PUBLICIDADE

Após protestos, STJD pode punir árbitros por atraso de jogo

13 ago 2015 10h49
| atualizado às 11h48
ver comentários
Publicidade

A procuradoria do STJD vai analisar hoje (quinta) e amanhã, caso a caso, as manifestações dos árbitros na rodada de meio de semana da Série A do Brasileiro. Se for comprovado atraso no jogo por causa do protesto, os árbitros serão denunciados por infração ao Artigo 206 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que prevê multa de R$ 100 a R$ 1000 por minuto.

Os árbitros realizaram manifestação em conjunto por causa do veto da presidente Dilma Rousseff ao artigo da MP do Futebol que destinaria 0,5% dos direitos de transmissão dos jogos à arbitragem. Em todos os jogos da Série A realizados na quarta, eles se juntaram no meio de campo, fizeram um minuto de silêncio, e o árbitro reserva ergueu a placa utilizada para as substituições e à indicação dos acréscimos a fim de mostrar o número 0,5, numa referência ao veto.

Veja melhores momentos de Internacional 1 x 0 Fluminense:

“Nós vamos analisar se houve algum impacto na partida; se houve atraso por causa da manifestação. Se houve, os responsáveis vão ser denunciados pelo artigo 206, que é aplicado normalmente aos clubes, mas é extensivo a quem provocar atrasos”, disse ao Terra o procurador-geral do STJD, Paulo Schmitt.

Ele acrescentou que esse é o único ponto do protesto da arbitragem em que cabe análise do STJD. “Nosso pessoal (uma equipe de procuradores do tribunal) vai fazer a análise da rodada até esta sexta.”

 

Eis o texto do Artigo 206 do CBJD:

Art. 206. Dar causa ao atraso do início da realização de partida, prova ou equivalente, ou deixar de apresentar a sua equipe em campo até a hora marcada para o início ou reinício da partida, prova ou equivalente. PENA: multa de R$ 100,00 (cem reais) até R$ 1.000,00 (mil reais) por minuto.

 

Veja imagens dos protestos dos árbitros pelo Brasil:

Protesto dos árbitros no Maracanã antes de partida entre Flamengo e Atlético-PR
Protesto dos árbitros no Maracanã antes de partida entre Flamengo e Atlético-PR
Foto: Twitter / Reprodução
Protesto dos árbitros na Arena Corinthians antes da vitória corintiana em cima do Sport
Protesto dos árbitros na Arena Corinthians antes da vitória corintiana em cima do Sport
Foto: Fernando Dantas / Gazeta Press
Couto Pereira, antes de Coritiba e Palmeiras: protestos são contra o veto da Presidente Dilma na MP do Futebol
Couto Pereira, antes de Coritiba e Palmeiras: protestos são contra o veto da Presidente Dilma na MP do Futebol
Foto: Geraldo Bubniak / Gazeta Press
Orlando Scarpelli, antes de Figueirense x São Paulo: Sindicato quer que 0,5% dos direitos de transmissão dos jogos sejam passados aos árbitros
Orlando Scarpelli, antes de Figueirense x São Paulo: Sindicato quer que 0,5% dos direitos de transmissão dos jogos sejam passados aos árbitros
Foto: Eduardo Valente / Gazeta Press
Protesto dos árbitros na Vila Belmiro, antes de Santos x Vasco
Protesto dos árbitros na Vila Belmiro, antes de Santos x Vasco
Foto: Daniel Vorley / Gazeta Press
Única placa diferente entre os jogos foi no Beira Rio, os árbitros preferiram mostrar os números 671 (em referência ao número da MP) para que os 0,5 não pareça provocação à goleada sofrida pelo Internacional
Única placa diferente entre os jogos foi no Beira Rio, os árbitros preferiram mostrar os números 671 (em referência ao número da MP) para que os 0,5 não pareça provocação à goleada sofrida pelo Internacional
Foto: Lucas Uebel / Gazeta Press


 

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti
Publicidade
Publicidade