0

Suécia cala torcida canadense e conquista bi no curling

26 fev 2010
23h09
atualizado em 27/2/2010 às 00h43
Anderson Giorge
Direto de Vancouver

Nem mesmo a barulhenta torcida canadense foi capaz de impedir o bicampeonato da Suécia no torneio feminino de culring. Nesta sexta-feira, as suecas derrotaram as donas da casa por 7 a 6 e repetiram o feito de Turim 2006, ficando com o ouro nos Jogos de Inverno de Vancouver.

Embalado pela sua barulhenta torcida - fato que irritava principalmente os poucos torcedores suecos presentes, por não ser algo comum no curling - o Canadá saiu na frente ao pontuar na segunda rodada. Logo no end seguinte, a Suécia virou a partida, mas não demorou para tomar o empate (2 a 2).

As suecas voltaram a ficar na frente no placar com dois pontos marcados na quinta rodada. Contudo, comandado pela capitã Cheryl Bernard, que levava a torcida à loucura cada vez que partia para um lançamento, o Canadá conseguiu uma nova virada com dois pontos no sétimo end, após as suecas falharem em uma tentativa de afastar o disco adversário do ponto central da pista.

Em outra falha da Suécia, no nono end, o Canadá fez 6 a 4 e ficou muito próximo da vitória. Contudo, na décima rodada, Cheryl Bernard vacilou na jogada que poderia ser decisiva e, pela primeira vez, a torcida canadense se calou no Vancouver Olympic Centre.

Aproveitando-se do vacilo canadense, as suecas empataram a partida, levando a decisão para o ponto extra.

Abaladas pela chance desperdiçada, as canadenses acabaram derrotadas no ponto extra, devido a mais um erro de Cheryl Bernard. A torcida canadense se calava definitivamente, apesar de ainda aplaudir as jogadoras do time derrotado.

Entenda a prova de curling dos Jogos de Inverno

Espécie de "bocha no gelo", o curling foi modalidade olímpica em 1924 mas depois só voltou ao programa em 1998, com provas masculinas e femininas que são disputadas em uma pista regular de gelo por times formados por quatro jogadores.

O objetivo do esporte é deixar as bolas que pesam cerca de 19 kg o mais perto possível de um círculo localizado no centro da pista (quanto mais próximo, mais pontos). Cada partida tem 10 "finais". Durante elas, os jogadores fazem as pedras deslizarem pelo gelo esfregando a superfície para controlar suas direções.

Jogos Olímpicos de Inverno no Terra

O Terra transmite ao vivo a competição em 15 canais simultâneos de vídeo. Além disso, os usuários têm a possibilidade de assistir novamente a todo o conteúdo a qualquer momento. Todo o acesso é gratuito.

Uma equipe de 60 profissionais está encarregada de fazer a cobertura direto de Vancouver e dos estúdios do Terra, em São Paulo, no Brasil, com as últimas notícias, fotos, curiosidades, resultados e bastidores da competição.

A equipe conta com a participação do repórter especialista em esportes radicais Formiga - com 20 anos de experiência em modalidades de neve -, e o pentacampeão mundial de skate Sandro Dias, que comenta a competição em seu blog no Terra.

No celular
wap: wap.terra.com.br
Iphone e smartphones: m.terra.com.br/vancouver

Lindsey assume falha e decepciona mais uma vez
Fonte: Terra
publicidade