1 evento ao vivo

Após vice em Tóquio, Marcelo Melo atinge melhor ranking da carreira

6 out 2014
12h20

Vivendo grande fase, o mineiro Marcelo Melo alcançou um importante feito nesta segunda-feira. Após o vice-campeonato do ATP 500 de Tóquio neste domingo, ao lado do croata Ivan Dodig, o tenista ganhou duas posições no ranking individual dos duplistas da ATP e foi para o terceiro lugar, com 6.080 pontos, atingindo sua melhor marca da carreira.

- Estou muito feliz por ter chegado ao terceiro lugar. Não tenho como explicar essa sensação. Foi uma longa jornada até chegar aqui. Virei duplista quando era apenas o 125º colocado - conta o mineiro, que não deixou de agradecer as pessoas que o incentivaram desde o início.

- Quero agradecer ao Daniel, meu treinador, e ao Sebastião Bomfim (CEO do Grupo SBF, proprietário da sua patrocinadora). Os dois estão comigo desde o começo, sempre acreditaram em mim - complementa.

Na temporada, Melo conta com um título – ATP 250 de Auckland, ao lado do austríaco Julien Knowle - , e quatro vice-campeonatos – um com o espanhol David Marrero, no ATP 500 do Rio (BRA), e outros três com Ivan Dodig, sendo o Masters 1.000 de Monte Carlo (MCO), Masters 1.000 do Canadá e ATP 500 de Tóquio (JAN).

Além da inédita marca, o brasileiro garantiu importantes pontos visando ao ATP Finals, torneio que reúne em novembro, em Londres (GBR), as oito melhores parcerias do ano. Ao lado de Ivan Dodig, ele é o sétimo colocado com 3.210 pontos.

- A final em Tóquio foi fundamental para Ivan e eu nos mantermos na briga por uma vaga no Finals, já que outras duplas também pontuaram na semana - comenta Melo.

Após o torneio no Japão, Melo se prepara para o Masters 1.000 de Xangai (CHI), onde defende o título. Foi na competição chinesa que ele e o croata conquistaram o primeiro título da parceria.

- É muito bom voltar para cá. Xangai tem um dos melhores torneios da temporada. Vamos tentar manter nosso ritmo, e jogo a jogo, alcançar à final - finalizou o brasileiro.

Ranking individual dos duplistas:

1º Bob Bryan (USA) 11.810 pontos

1º Mike Bryan (USA) 11.810 pontos

3º Marcelo Melo (BRA) 6.080 pontos

4º Daniel Nestor (CAN) 6.040 pontos

5º Nenad Zimonjic (SRB) 5.910 pontos

6º Alexander Peya (AUT) 5.690 pontos

6º Bruno Soares (BRA) 5.690 pontos

8º Ivan Dodig (CRO) 5.170 pontos

Ranking de duplas:

1º Bob Bryan (USA)/Mike Bryan (USA) 9.545 pontos

2º Daniel Nestor (CAN)/Nenad Zimonjic (SRB) 5.820 pontos

3º Alexander Peya (AUT)/Bruno Soares (BRA) 4.580 pontos

4º Julien Benneteau (FRA)/Edouard Roger-Vasselin (FRA) 4.140 pontos

5º Marcel Granollers (ESP)/Marc Lopez (ESP) 3.730 pontos

6º Jean-Julien Rojer (NLD)/Horia Tecau (ROM) 3.630 pontos

7º Ivan Dodig (CRO)/Marcelo Melo (BRA) 3.210 pontos

8º Vasek Pospisil (CAN)/Jack Sock (USA) 3.030 pontos

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade