0

Arquibancada cede, e Federer perde amistoso tumultuado na Argentina

13 dez 2012
09h15
atualizado às 12h26

Após passar pelo Brasil, Roger Federer segue em turnê de exibições pela América do Sul. Na noite da última quarta-feira, o atual segundo colocado no ranking mundial perdeu para o ídolo local Juan Martin Del Potro em um jogo festivo marcado pela falta de organização.

Arquibancada montada em Tigre chegou a ceder antes de encontro entre tenistas top 10
Arquibancada montada em Tigre chegou a ceder antes de encontro entre tenistas top 10
Foto: Getty Images

» Confira 31 recordes da carreira de Federer

Antes da partida entre as duas estrelas, o público se divertiu com um encontro histórico entre Guillermo Vilas, 60 anos, e José Luis Clerc, 54, argentinos que alcançaram a vice-liderança do ranking mundial. Dono de quatro títulos de Grand Slam, Vilas perdeu por 6/2 e 6/1.

Após o show musical que antecedeu o duelo principal, no entanto, parte das arquibancadas tubulares cedeu e aproximadamente 150 espectadores foram desalojados. Desta forma, Roger Federer e Juan Martin Del Potro não jogaram no horário marcado, o que causou reclamações do público de cerca de 20 mil pessoas em Tigre, na Grande Buenos Aires.

Quando os astros finalmente entraram em quadra, ainda que estivesse diante de um adversário argentino, Federer causou furor e ouviu uma série de gritos de seus fãs, algo semelhante ao que aconteceu no Brasil. Apesar do incentivo ao suíço, Del Potro ganhou por 6/3, 3/6 e 4/6.

"Eu queria ser jogador de futebol e foi bom contar com uma torcida própria jogando tênis", disse Federer, bem-humorado. "Vejam como estou transpirando e ele está novo. Troquei de camiseta cinco vezes e ele, só uma. Não sei como vou fazer na quinta-feira", brincou Del Potro, pensando na revanche. Os jogadores voltam a se enfrentar no mesmo local nesta quinta.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade
publicidade