4 eventos ao vivo
ATP

Promessa gaúcha fura quali e evita recorde negativo no Brasil Open

11 fev 2013
13h22
atualizado às 17h35
  • separator
  • comentários

Guilherme Clezar, 20 anos, furou o torneio qualificatório e está na chave principal do Brasil Open. Natural de Porto Alegre, o gaúcho, 234º colocado do ranking da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), superou o equatoriano Julio Cesar Campozano, o 216º, nesta segunda-feira, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. A partida foi definida em uma hora e oito minutos por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4.

<p>Clezar se classificou após vencer rival equatoriano por 2 sets a 0</p>
Clezar se classificou após vencer rival equatoriano por 2 sets a 0
Foto: Fernando Borges / Terra

Com o resultado, Clezar torna-se o terceiro brasileiro na chave principal do torneio e evita um recorde negativo. Desde a primeira edição do evento, em 2001, ainda na Costa do Sauípe, sempre pelo menos três representantes nacionais participaram da disputa. Nesta temporada, até a classificação do gaúcho, apenas os paulistas Thomaz Bellucci, número 35 do mundo, e Ricardo Mello, número 346, estavam garantidos na competição.

Nesta segunda, Clezar, de 1,83 m, mostrou-se dominante no serviço. Com oito aces e aproveitamento de 84% de pontos ganhos quanto utilizou o primeiro saque, ele não teve o serviço quebrado em nenhum momento. No total, o jovem salvou cinco break points, incluindo um 15-40 quando servia em 5/4 no segundo set, para vencer a partida. 

Após três vitórias no qualificatório, o gaúcho enfrenta na primeira rodada da competição o compatriota Bellucci, número 35 do planeta. O confronto é inédito e começa às 19h (de Brasília) desta terça-feira, no Ginásio do Ibirapuera.  

O gaúcho competirá na chave principal de um ATP pela segunda vez na carreira. Sua única partida nesse nível foi no próprio Brasil Open, em 2011, quando perdeu na estreia para o compatriota João Souza, o Feijão, por 6/3 e 6/2.

Treinado por João Zwetsch, capitão do Brasil na Copa Davis, Clezar viveu em 2012 o melhor ano como profissional, vencendo em maio, em Rio Quente, o primeiro challenger da carreira. Ex-número 13 do ranking juvenil da Federação Internacional de Tênis (ITF), ele atingiu em outubro passado o 208º lugar na ATP, o melhor de sua vida - na ocasião, era o jogador até 19 anos de idade com o melhor posicionamento no ranking em todo o mundo. 

Ainda nesta segunda, depois da vitória de Clezar, Feijão superou o espanhol Javier Martí e também furou o torneio qualificatório, garantindo quatro brasileiros na chave principal. O número mínimo de representantes nacionais na história do Brasil Open é de três: esse cenário ocorreu em 2008, quando Bellucci, Marcos Daniel e Gustavo Kurten só entraram em quadra graças a convites recebidos dos organizadores; e em 2012, quando Bellucci, Feijão e Mello tiveram ranking suficiente para entrar diretamente na chave.

Neste ano, os convidados da organização foram os espanhóis Rafael Nadal, número 5 do mundo, e Tommy Robredo, número 94 e ex-top 5, além de Mello. O brasileiro, fará no torneio a sua despedida das quadras, aposentando-se aos 32 anos de idade. Ele enfrentará nesta segunda, a partir das 17h (de Brasília), o argentino Leonardo Mayer.

Confira todos os brasileiros que já participaram do Brasil Open e os convidados da organização:

2001 - nove brasileiros: Gustavo Kuerten, Fernando Meligeni, André Sá, Alexandre Simoni, Ricardo Mello (qualifier), Francisco Costa (qualifier), Thiago Alves (convidado), Jaime Oncins (convidado) e Flávio Saretta (convidado)
2002 - oito brasileiros: Fernando Meligeni, Gustavo Kuerten, André Sá, Flávio Saretta, Alexandre Simoni, Júlio Silva (convidado), Ricardo Mello (convidado) e Daniel Melo (convidado)
2003 - sete brasileiros: Gustavo Kuerten, Flávio Saretta, Ricardo Mello, Júlio Silva (qualifier), André Sá (convidado), Marcos Daniel (convidado) e Franco Ferreiro (convidado)
2004 - cinco brasileiros: Gustavo Kuerten, Flávio Saretta, Franco Ferreiro (convidado), Ricardo Mello (convidado) e Pedro Braga (convidado)
2005 - quatro brasileiros: Ricardo Mello, Flávio Saretta, André Sá (convidado) e Júlio Silva (convidado) - espanhol Alex Corretja também recebeu convite
2006 - seis brasileiros: Marcos Daniel, Flávio Saretta, Gustavo Kuerten (ranking protegido*), Ricardo Mello (convidado), André Ghem (convidado) e André Sá (convidado)
2007 - cinco brasileiros: Flávio Saretta, Thiago Alves, Marcos Daniel (qualfier), Rogério Dutra da Silva (convidado) e Gustavo Kuerten (convidado) - argentino Guillermo Cañas também recebeu convite
2008 - três brasileiros: Marcos Daniel, Thomaz Bellucci e Gustavo Kurten (todos convidados)
2009 - seis brasileiros: Thomaz Bellucci, Rogério Dutra da Silva (qualfier), Caio Zampieri (qualifier), Ricardo Hocevar (convidado), Flávio Saretta (convidado) e Thiago Alves (convidado)
2010 - sete brasileiros: Thomaz Bellucci, Marcos Daniel, João "Feijão" Souza (special exempt**), Rogério Dutra da Silva (qualfier), Ricardo Hocevar (convidado), Thiago Alves (convidado) e Ricardo Mello (convidado)
2011 - sete brasileiros: Thomaz Bellucci, Ricardo Mello, André Ghem (qualifier), Rogério Dutra da Silva (qualifier), Guilherme Clezar (convidado), João "Feijão" Souza (convidado) e Fernando Romboli (convidado)
2012 - três brasileiros: Thomaz Bellucci, João "Feijão" Souza e Ricardo Mello
2013 - quatro brasileiros: Thomaz Bellucci, Ricardo Mello, Guilherme Clezar e João "Feijão" Souza
* retornava de lesão e usava recurso que assegura ao jogador uma média de ranking, calculada em cima dos três primeiros meses de seu afastamento por contusão
** beneficiado pelo special exempt por ter sido semifinalista do ATP 250 de Santiago na semana anterior ao Brasil Open, não podendo assim disputar o qualificatório do evento brasileiro

&amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;a data-cke-saved-href=&amp;amp;amp;amp;amp;quot; http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/historia-tenis-brasil/iframe.htm&amp;amp;amp;amp;amp;quot; href=&amp;amp;amp;amp;amp;quot; http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/historia-tenis-brasil/iframe.htm&amp;amp;amp;amp;amp;quot;&amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;veja o infogr&amp;amp;amp;amp;amp;aacute;fico&amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;/a&amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;
Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade