publicidade
14 de fevereiro de 2012 • 20h19 • atualizado em 15 de Fevereiro de 2012 às 00h06

Torcida em SP apoia, mas González é eliminado por russo em estreia

González deixou o Brasil Open já na estreia nesta terça
Foto: Edson Lopes Jr. / Terra
 
Henrique Moretti
Direto de São Paulo

Todo o apoio da torcida no Ginásio do Ibirapuera na noite desta terça-feira não foi o suficiente para o veterano Fernando González passar da estreia do Brasil Open. Prestes a se aposentar, o chileno foi eliminado pelo qualifier russo Igor Andreev por 2 sets a 0, parciais de 6/2 e 6/3, e disse adeus à competição realizada em São Paulo.

González, que durante a carreira chegou a ocupar a quinta colocação do ranking da ATP e conquistou três medalhas olímpicas (sendo uma delas de ouro, nas duplas em Atenas 2004), resistiu apenas uma hora e quatro minutos diante do russo. Andreev, agora, pegará o vencedor da partida entre o colombiano Santiago Giraldo e o espanhol Albert Ramos, que se enfrentam nesta quarta.

Os fãs brasileiros apoiaram de forma maciça o sul-americano ao lado de uma solitária fã chilena, que estendeu a bandeira do país nas cadeiras inferiores brancas do Ibirapuera.

A torcida vibrava a cada forehand (golpe de direita) vencedor, a marca registrada do tenista, porém Andreev foi mais eficiente durante todo o duelo. O russo, número 18 do mundo em 2008 e atual 121, venceu o primeiro set com facilidade e teve mais trabalho no segundo, quando obteve a decisiva quebra de saque apenas no oitavo game - converteu o break point após uma devolução de direita na linha.

Esta pode ter sido a antepenúltima partida da carreira de González. O chileno, 31 anos, que ocupou a quinta posição do ranking em 2007 e agora figura na 266ª, anunciou a aposentadoria na semana passada. Antes de se retirar, ele atuará como convidado - da mesma forma que em São Paulo - no ATP 250 de Buenos Aires, a partir da próxima segunda-feira, e no Masters 1000 de Miami, que começará em 21 de março.

Terra