0

Bellucci faz jogo duro e vence set, mas perde de virada para Djokovic em Roma

14 mai 2015
17h11
atualizado às 17h18
  • separator
  • comentários

O brasileiro Thomaz Bellucci esteve perto nesta quinta-feira de quebrar a série invicta de 18 partidas do sérvio Novak Djokovic e chegou a vencer o primeiro set do duelo válido pela terceira rodada do Masters 1000 de Roma, mas foi eliminado com uma derrota por 2 a 1, com parciais de 5-7, 6-2 e 6-3, em exataente duas horas.

Bellucci teve grande atuação e mais uma vez fez jogo duro contra um adversário do top-10, mas cometeu erros nos momentos decisivos e acabou perdendo.

Com a série invicta a salvo, Djokovic se classificou para defender o título na capital italiana. Nas quartas de final, 'Nole' terá pela frente o japonês Kei Nishikori, que bateu o sérvio Viktor Troicki por 2 a 0, com parciais de 6-4 e 6-3.

Na cabeça de Bellucci e de quem acompanha tênis no Brasil estava um outro duelo com 'Djoko', também em um Masters 1000, mas de Madri, em 2011. Na ocasião, o paulista bateu na terceira rodada o tcheco Tomas Berdych, então sétimo no ranking, e nas quartas de final o britânico Andy Murray, quarto da ATP, para encarar o então número 2 do mundo, que na época defendia uma série invicta de 32 partidas. Ele também venceu a primeira parcial e foi além, abrindo uma quebra de frente na segunda, mas também levou a virada.

O sérvio ainda não liderava o ranking, estando atrás do espanhol Rafael Nadal. O único confronto anterior de Bellucci com um número 1 do mundo aconteceu no ATP 500 da Basileia em 2012, em que enfrentou o anfitrião Roger Federer. O canhoto também abriu 1 set a 0 e perdeu por 2 a 1.

O jogo desta quarta na 'Cidade Eterna' começou bastante favorável a Djokovic, que tinha vida fácil no saque e pressionava o serviço do brasileiro, que salvou um break point logo no segundo game e outros dois no oitavo.

No entanto, o canhoto de São Paulo se manteve firme e surpreendeu o líder do ranking quando o primeiro set estava empatado em 5-5. Até então, o sérvio havia vencido 20 dos 23 pontos disputados com saque. Mas a eficiência não foi a mesma, o brasileiro obteve a quebra e a confirmou na sequência, fechando em 7-5.

Bellucci não soube lidar com um relaxamento natural ocorrido após se colocar em vantagem na partida, e sua intensidade caiu na segunda parcial. Sem desperdiçar as oportunidades recebidas, 'Djoko' quebrou o serviço do adversário duas vezes, no quarto e no oitavo games, e venceu por 6-2, empatando o duelo em 1 a 1.

No terceiro set, o equilíbrio prevaleceu nos cinco primeiros games, em que não houve quebras. No sexto, Bellucci sacou mal, cometeu erros e até conseguiu sair de um 0-40, mas foi quebrado com uma dupla falta.

O sonho ainda não tinha acabado, e, sem se entregar, o brasileiro devolveu a quebra logo em seguida, com quatro erros não forçados do sérvio de presente, ficando em desvantagem em 4-3 e podendo igualar em seu saque. No entanto, 'Djoko' voltou a quebrá-lo, fez 5-3 e confirmou o triunfo na sequência.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade