1 evento ao vivo

Bruno Soares e Peya vencem mais uma no "caldeirão" vão às semi no Rio

20 fev 2014
17h11
atualizado às 17h26

Jogando novamente na quadra 1 do Rio Open, espaço chamado por Bruno Soares de "caldeirãozinho", o brasileiro e o austríaco Alexander Peya se classificaram para as semifinais da chave de duplas do torneio nesta quinta-feira ao vencerem o francês Jeremy Chardy e o tcheco Lukas Dlouhy.

O apelido dado por Bruno se deve pela pressão exercida pela torcida, mas também se justifica pelo calor de 30 graus no local. Menos desgastados pelo clima nada ameno, o brasileiro e o austríaco levaram a melhor por 2 sets a 0, com parciais de 6-4 e 6-1, em 1h07min.

O primeiro set começou com muitos erros de quem sacava, e houve três quebras de saque nos três primeiros games, duas a favor de Soares/Peya. As duplas foram se acertando, confirmaram seus serviços, e a vantagem obtida no começo garantiu aos primeiros cabeças de chave a vitória por 6-4. Nem mesmo uma advertência por demora a retornar à quadra entre o sétimo e o oitavo game abalou o a brasileiro e o austríaco.

O tenista da casa e seu parceiro começaram quebrando o serviço dos adversários duas vezes na segunda parcial, abrindo 3-0. Chardy e Dlouhy marcaram seu único ponto em seguida, mas foram derrotados com mais duas quebras em sequência. Na última delas, o tcheco cometeu duas duplas faltas, e em uma delas mostrou toda a sua irritação, acertando uma bolada em um torcedor.

Agora Bruno e Peya se preparam para enfrentar os colombianos Juan Sebastián Cabal e Robert Farah, que também nesta quinta surpreenderam os espanhóis Marcel Granollers e Marc López, cabeças de chave número 3. Os sul-americanos venceram por 2 a 0 (6-3 e 7-5).

EFE   
publicidade