1 evento ao vivo

Em jogo de provocações, Brasil bate EUA e sobrevive na Davis

2 fev 2013
20h43
atualizado às 20h58
  • separator
  • 0
  • comentários

O Brasil ganhou sobrevida na primeira fase do Grupo Mundial da Copa Davis 2013. Depois de sofrer duas derrotas nas partidas de simples, a equipe conquistou uma importante vitória neste sábado. No jogo de duplas, Bruno Soares e Marcelo Melo derrotaram os irmãos Bob Bryan e Mike Bryan por 3 sets a 2, com parciais de 7/6 (8-6), 6/7 (9-7), 6/4, 3/6 e 6/3.

No segundo set, Bob Bryan provocou brasileiros e irritou delegação à beira da quadra
No segundo set, Bob Bryan provocou brasileiros e irritou delegação à beira da quadra
Foto: EFE

» Namoradas de tenistas vibram e sofrem durante o Aberto da Austrália
» Confira fotos curiosas e veja Aberto da Austrália por outro ângulo

Graças ao resultado, em dia marcado por um momento de provocações em quadra, o time adiou a definição para este domingo, quando acontecem os dois próximos jogos de simples. Nos dois últimos jogos, Thomaz Bellucci encara John Isner, antes que Thiago Alves encerre o confronto com Sam Querrey. Quem passar, pega a Sérvia, que fez 3 a 0 sobre a Bélgica.

Na sexta-feira, o Brasil havia sofrido duas derrotas em dois jogos na competição. Primeiro, Sam Querrey derrotou Thomaz Bellucci por 3 sets a 0, parciais de 6/3, 6/4 e 6/4. Depois, Thiago Alves deu trabalho para John Isner, mas também perdeu por 3 a 0, com 6/3, 7/6 (7-4) e 6/3.

No primeiro set do duelo deste domingo, nenhum das duplas conseguiu quebrar o serviço dos adversários, levando a decisão para o tie-break. Os americanos chegaram a abrir 5-1 no 13º game, mas Marcelo e Bruno reagiram, viraram e venceram por 7/6 (8-6).

Já no segundo set, ainda sem quebras, os dois times empataram por 6/6 e foram novamente para o tie-break. Desta vez, foi o Brasil quem vacilou: depois de abrir 6-3, a dupla brasileira perdeu três set points. E mesmo com mais um winner e fazendo 7-6, o Brasil tomou a virada por 9-7. Comemorando, Bob Bryan provocou o time brasileiro e irritou o capitão João Zwetsch, que protestou com a arbitragem da ITF.

No terceiro set, enfim, uma das duplas conseguiu quebrar o serviço rival: no terceiro game, com os Bryan sacando, o Brasil fez 2/1 e ainda aumentou o placar para 3/1 no seu saque. A partir daí, Melo e Soares conseguiram segurar o jogo, e mesmo perdendo dois set points, venceram por 6/4.

Os Bryan, porém, deram o troco e quebraram o serviço brasileiro no sexto game do quarto set, fazendo 4/2. Aí, confirmando seus saques, os americanos vencer a parcial por 6/3 e levaram a decisão do duelo para o quinto set.

Na quinta e última parcial, o Brasil conseguiu quebrar o serviço dos americanos no oitavo game, fazendo 5/3. Assim, Bruno e Marcelo apenas conduziram o resultado, confirmaram o saque e venceram por 6/3.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade