8 eventos ao vivo

Rogerinho atropela novato e fecha série perfeita contra a Rússia

16 set 2012
18h40
atualizado às 20h21

A equipe brasileira da Copa Davis pode dizer com orgulho que jogou um confronto perfeito contra a Rússia, em São José do Rio Preto. Com o retorno ao Grupo Mundial da competição já garantido, Rogério Dutra da Silva não deu chances ao novato Stanislav Vovk, venceu por 2 sets a 0 com parciais de 6/2 e 6/2, e sacramentou a vitória nacional por 5 a 0 no interior paulista.

Na sexta-feira, brasileiro havia vencido Igor Andreev
Na sexta-feira, brasileiro havia vencido Igor Andreev
Foto: Reuters

» Veja fotos e vote na mais bela tenista do US Open
» Veja as 50 melhores fotos do US Open
» Confira o visual das tenistas do US Open

Rogerinho marcou também o primeiro e importante ponto do Brasil sobre os russos. Na sexta-feira, ele abriu o duelo enfrentando Igor Andreev, número 96 do mundo. Depois de vencer os dois primeiros sets de jogo com tranquilidade, ele viu seu adversário abandonar. No mesmo dia, Thomaz Bellucci bateu Teymuraz Gabashvili, deixando a equipe brasileira com grande vantagem. No sábado, coube a Marcelo Melo e Bruno Soares garantirem a classificação ao Grupo Mundial, derrotando a parceria de Alex Bogomolov Jr. e Gabashvili.

Mesmo com a vitória já garantida, o capitão João Zwetsch manteve seus principais atletas para os duelos deste domingo, diferentemente do que fez a Rússia. Thomaz Bellucci passou por Alex Bogomolov Jr., colocado no lugar de Andreev, e Rogerinho não teve dificuldades contra Vovk, que entrou no lugar de Gabashvili para fazer sua estreia em jogos de Copa Davis.

O Brasil disputou o Grupo Mundial pela última vez em 2003, quando ainda tinha o ídolo Gustavo Kuerten no time, e desde então lutou para retornar à elite, o que só foi concretizado com o triunfo de Melo e Soares no sábado. Nos seis anos anteriores, o time chegou aos playoffs, mesma fase que disputou neste fim de semana, mas foi eliminado por Rússia, Índia, Equador, Croácia, Áustria e Suécia.

A vitória deste domingo ainda deixa Rogerinho invicto em confrontos da Davis. Agora ele soma quatro jogos e quatro triunfos, sobre os uruguaios Martin Cuevas e Marcel Felder e os russos Igor Andreev e Stanislav Vovk.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade