1 evento ao vivo

Djokovic comemora volta ao topo do tênis mundial

30 out 2012
18h04

O tenista sérvio Novak Djokovic, que voltará a ser número um do mundo na semana que vem, declarou nesta terça-feira que está "muito satisfeito" com a perspectiva de liderar novamente o ranking da ATP.

Djokovic foi beneficiado pela desistência do suíço Roger Federer no Masters 1000 de Paris-Bercy.

"É uma grande satisfação. Mostra que fiz uma grande temporada. Era bastante difícil repetir o que fiz em 2011, mas as conquistas de um título de Grand Slam (Aberto da Austrália) e de cinco outros torneios, mantendo a regularidade, me levaram de volta ao topo", afirmou o sérvio numa coletiva de imprensa.

"Estou muito orgulhoso por tudo que conquistei. Ainda tenho torneios importantes pela frente. Aqui, em Paris-Bercy, e sobretudo na semana que vem em Londres (o torneio ATP Finals, que reúne os oito melhores da temporada)", comentou.

"Disputei mais de 80 partidas, o que significa que joguei em alto nível e ganhei muitos jogos. Mesmo assim, deixei de participar de algumas competições para focar nos torneios mais importantes", completou o sérvio, que fará sua estreia no torneio parisiense contra o americano Sam Querrey, que eliminou o espanhol Fernando Verdasco nesta terça-feira.

Djokovic vai recuperar sua posição de número um do mundo na semana que vem, já que Federer não poderá defender os pontos que somou no ano passado ao vencer o torneio de Paris-Bercy.

O suíço, recordista de vitórias em Grand Slams (17) tinha assumido a liderança do ranking da ATP em junho, após conquistar o heptacampeonato em Wimbledon.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade