0

Elogiado por algoz Cuevas, Monteiro sai satisfeito de São Paulo

27 fev 2016
11h02
  • separator
  • comentários

Com apenas 21 anos de idade, Thiago Monteiro foi o melhor brasileiro no ATP 250 de São Paulo. Superado pelo uruguaio Pablo Cuevas na noite de sexta-feira, o jovem ganhou elogios de seu algoz nas quartas de final e deixou o torneio disputado no Esporte Clube Pinheiros satisfeito.

Responsável por eliminar Monteiro na segunda rodada do recente ATP 500 do Rio de Janeiro, Cuevas repetiu o feito em São Paulo. Experiente, o uruguaio de 30 anos começou perdendo e, diante da quadra central lotada, conseguiu a virada para ganhar por 4/6, 6/3 e 6/3.

“É um jogador muito talentoso, completo. Aqui no Brasil, demonstrou isso nessas últimas duas semanas em que jogou muito bem. É muito jovem ainda e tem um grande futuro pela frente”, declarou Cuevas, cabeça de chave número 3, sobre Thiago Monteiro.

A despeito da derrota de virada, o jovem brasileiro gostou do próprio desempenho. Ele chegou a ganhar o primeiro set e manteve o jogo parelho durante o tempo inteiro diante de Cuevas, defensor do título em São Paulo e campeão do ATP 500 do Rio de Janeiro.

“Acho que foi um jogo bom. Consegui manter um nível legal, apesar de ter deixado a intensidade cair um pouco. Aos poucos, o Cuevas foi entrando na partida, ficando mais firme e agressivo, voltando mais bolas. No final, estava quase impossível ganhar um ponto na esquerda dele. Saio muito feliz e confiante com minha campanha”, disse.

Pablo Cuevas atualmente ocupa a 27ª colocação do ranking mundial e já esteve no 21º posto da lista. Campeão da edição de 2008 da chave de duplas de Roland Garros ao lado do peruano Luis Horna, o uruguaio, recuperado de problemas no joelho, voltou a jogar bem.

“O Cuevas é um cara muito sólido, experiente e soube aproveitar as oportunidades nos momentos em que eu joguei um pouco abaixo. Ele vem bem, está confiante e jogando em nível muito alto. Fazer uma partida dura contra um tenista desse nível é bem gratificante. Tenho que seguir motivado e acreditando no meu potencial”, disse.

Único cabeça de chave ainda vivo no ATP 250 de São Paulo, Pablo Cuevas enfrenta o sérvio Dusan Lajovic não antes das 16 horas (de Brasília) deste sábado, na quadra central do Esporte Clube Pinheiros. O duelo será antecedido pela outra semifinal, entre os espanhóis Iñigo Cervantes e Pablo Carreno Busta.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade