3 eventos ao vivo

Nº 2, Kvitova vira contra russa e deixa checas perto do título

6 nov 2011
10h37
atualizado às 12h04

Depois de 23 anos, a República Checa está novamente perto de conquistar o título da Fed Cup. Número dois do mundo, Petra Kvitova confirmou o favoritismo neste domingo e bateu de virada a russa Svetlana Kuznetsova, com parciais de 4/6, 6/2 e 6/3. As checas precisam agora de apenas mais uma vitória em Moscou para quebrar o incômodo jejum.

» Qual tenista do circuito se parece mais com a Sharapova? Veja

Kvitova, 21 anos, vive a melhor fase da carreira. Campeã de Wimbledon em julho, ela faz um grande final da temporada e se aproximou da líder Caroline Wozniacki no ranking mundial depois de vencer o WTA Championships (a Copa do Mundo do tênis feminino) na semana passada. No início de outubro, já havia conquistado o Torneio de Linz.

Neste fim de semana, a jovem viajou até Moscou e obteve duas vitórias na final da Fed Cup, somando um total de 12 jogos de invencivilidade. Segunda colocada da lista da WTA em 2007 e atualmente a 19ª, Kuznetsova até levantou a torcida no primeiro set, mas não conseguiu manter o ritmo. A experiente tenista, 26 anos, faturou o Aberto dos Estados Unidos em 2004 e Roland Garros em 2009.

O confronto será definido ainda neste domingo, quando a checa Lucie Safarova, número 24 do planeta, encara a russa Anastasia Pavlyuchenkova (15). Maria Kirilenko (27) estava escalada para defender a seleção da casa, mas perdeu a vaga após ser superada no sábado por Kvitova com um rápido duplo 6/2. Se Pavlyuchenkova vencer, a decisão do confronto será na partida de duplas.

Dona de quatro títulos da Fed Cup desde 2004, a Rússia tenta impedir o fim de um histórico tabu do time rival. A República Checa ganhou a competição em cinco oportunidades nas décadas de 70 e 80, mas sua última taça data de 1988. Naquela temporada, curiosamente o troféu veio em uma final contra a União Soviética.

Atual campeã de Wimbledon lidera República Checa na final da Fed Cup, em Moscou
Atual campeã de Wimbledon lidera República Checa na final da Fed Cup, em Moscou
Foto: Reuters
Fonte: Terra
publicidade