0

Murray "enlouquece" britânicos com virada e vai à semi em Wimbledon

4 jul 2012
15h39
atualizado às 21h22

O britânico Andy Murray derrotou nesta quarta feira o espanhol David Ferrer, de virada, parciais de 6/7 (5-7), 7/6 (8-6), 6/4 e 7/6 (7-5), e se classificou à semifinal de Wimbledon pela quarta vez. O adversário de Murray na próxima rodada será o francês Jo-Wilfried Tsonga, que passou pelo alemão Philipp Kohlschreiber.

»Sexo, racismo e tabus; veja mudanças inesquecíveis do tênis
»Veja 30 momentos inesquecíveis da história de Wimbledon

A vitória de Murray, que precisou de três tie breaks para superar o rival, foi o momento mais emocionante da rodada, que também teve os jogos de Roger Federer e Novak Djokovic.

A torcida de Wimbledon, famosa pela sobriedade, foi à loucura com o triunfo de Murray. Entre o mais empolgados com a vitória, estavam o príncipe William e sua mulher, Kate Middleton, a duquesa de Cambridge.

Nascido em Dumblane, Escócia, o tenista tenta se tornar o primeiro homem britânico a conquistar o torneio desde o inglês Fred Perry, tricampeão de Wimbledon de 1934 a 1936. Entra as mulheres, a também inglesa Virginia Wade conquistou a tradicional competição, em 1977.

Murray, atual número 4 do mundo, é o único tenista britânico entre os 100 melhores do mundo e desde 2006, ano em que explodiu no circuito, a grande esperança dos britânicos de ver um tenista local triunfar no mais antigo dos Grand Slams.

É a quarta vez consecutiva que Murray chega à semifinal em Wimbledon. Nos últimos dois anos, Murray foi derrotado na fase que antecede a decisão pelo espanhol Rafael Nadal.

Com a derrota, Ferrer, 30 anos, perdeu a oportunidade de avançar pela primeira vez às semifinais de Wimbledon.

Murray voleia nas quartas de final de Wimbledon
Murray voleia nas quartas de final de Wimbledon
Foto: Getty Images
Fonte: Terra
publicidade