4 eventos ao vivo

Perto do adeus, Clijsters bate Federer e Roddick em desafio

26 ago 2012
09h37
atualizado às 09h53
Henrique Moretti
Direto de Nova York (EUA)*

Os "marmanjos" tiveram de se render à força feminina no Arthur Ashe Kids' Day. Em desafio beneficente neste sábado, a belga Kim Clijsters e a americana Serena Williams superaram o suíço Roger Federer e o americano Andy Roddick, acertando mais alvos que os rivais no Arthur Ashe Stadium, quadra central do complexo que abriga o Aberto dos Estados Unidos, o USTA Billie Jean King National Tennis Center, em Flushing Meadows, Nova York.

»Sexo, racismo e tabus; veja mudanças inesquecíveis do tênis

Evento dedicado a crianças e adolescentes que reúne estrelas da música e do esporte e antecede o último Grand Slam do ano, o Kids' Day teve como um dos pontos altos o desafio reunindo homens e mulheres. Seis alvos foram dispostos na quadra (quatro na linha do T e dois próximos à linha de base), e cada atleta tinha 30 s para atingir o maior número possível de barreiras. Quanto mais acertos, as estrelas recebiam uma maior doação em dinheiro para suas fundações que auxiliam jovens carentes.

Ao final, Clijsters dominou a disputa, com nove acertos tanto de forehand (direita) quanto de backhand (esquerda) - houve uma divisão de 30 s por golpe. No ranking, Serena apareceu a seguir com 17 acertos, contra 14 de Roddick e 12 de Federer.

No momento em que entrou no Arthur Ashe Stadium, Clijsters foi uma das atletas mais aplaudida pelo público. A belga, 29 anos, já anunciou que encerrará a carreira ao fim do Aberto dos EUA de 2012. "Não quero ficar pensando nisso", disse a tenista, quando questionada sobre o assunto pelo apresentador do Kids' Day.

Ex-número 1 do mundo, Clijsters tenta se focar em uma boa campanha em sua despedida das quadras e se definiu "empolgada" para jogar. Ela chegou a deixar o tênis em maio de 2007, retornando ao circuito em 2009 e conquistando exatamente o Aberto dos EUA, na ocasião apenas o seu terceiro torneio desde a volta às quadras.

Dos quatro Grand Slams conquistados pela belga, apenas um, o Aberto da Austrália de 2011, não veio em Nova York. Campeã nos EUA também em 2005 e 2010, ela estreia na competição como a cabeça-de-chave 23 a partir das 20h (de Brasília) da próxima segunda-feira contra a convidada americana Victoria Duval, 16 anos e 565ª colocada do ranking mundial. Se vencer a partida marcada para o mesmo Arthur Ashe Stadium, Clijsters passará à segunda rodada e garantirá pelo menos mais uma exibição como profissional.

* O repórter viajou a convite da Gillette

A belga, 29 anos, já anunciou que encerrará a carreira ao fim do Aberto dos EUA de 2012
A belga, 29 anos, já anunciou que encerrará a carreira ao fim do Aberto dos EUA de 2012
Foto: Getty Images
Fonte: Terra
publicidade