inclusão de arquivo javascript

Wimbledon

 
 

Em jogo equilibrado, Bellucci bate austríaco e está na 3ª rodada

24 de junho de 2010 11h40 atualizado às 15h49

Bellucci enfrenta o sueco Robin Soderling na 3ª rodada. Foto: AP

Bellucci enfrenta o sueco Robin Soderling na 3ª rodada
Foto: AP

Thomaz Bellucci e Martin Fischer fizeram uma partida extremamente disputada nesta quinta-feira, pela segunda rodada de Wimbledon. Após perder o primeiro set, o brasileiro venceu as três parciais seguintes e garantiu classificação para a terceira rodada do torneio londrino. Cabeça de chave 25, Bellucci ganhou a partida por 3 sets a 1, com parciais de 6/7 (11-13), 7/6 (7-4), 7/6 (7-1) e 6/3, em 3h24 de jogo. Com a vaga em mãos, Bellucci encara o sueco Robin Soderling, que venceu o espanhol Marcel Granollers, por 3 a 0 (7/5, 6/1 e 6/4).

» Veja fotos da partida
» Veja musas de Wimbledon
» Wimbledon recebe visita da rainha Elizabeth II
» Sharapova vence romena e se classifica para a 3ª rodada
» Murray despacha finlandês e avança em Londres

No primeiro set, os tenistas demonstraram bastante vontade de vencer a partida. Nenhum dos jogadores teve seu saque quebrado e o confronto teve que ser definido apenas no tie-break, com leve superioridade para Fischer. Os oitos aces e os 22 golpes ganhadores não foram suficientes para o brasileiro, que perdeu a primeira parcial por 7/6. Bellucci colocou em quadra apenas 45% do primeiro saque, o que dificultou um pouco sua atuação. Em desvantagem no número de aces e em bolas vencedoras, o austríaco esteve mais seguro e cometeu 14 erros contra 15 de Bellucci.

Mesmo derrotado no primeiro set, Bellucci continuou confiante e deu sequência ao seu jogo em bom nível. Fischer também permaneceu com sua boa exibição e, mais uma vez, a partida teve que ser decidida somente no tie-break. Em jogo de igual para igual, o brasileiro mudou sua sorte em comparação ao primeiro set, foi mais preciso no momento crucial da parcial e devolveu a derrota pelos mesmos 7/6. Os dois tenistas fizeram um set bastante equilibrado, com números literalmente iguais. Bellucci e Fischer fizeram cinco bolas ganhadoras, cometeram seis erros não forçados e tiveram uma quebra de serviço para cada um.

Com a igualdade restabelecida, Bellucci e Fischer voltaram para a quadra e mantiveram a disposição demonstrada nas duas primeiras parciais. O terceiro set também teve longa duração, com quase uma hora de confronto. Apesar de ter cometido dois erros a mais (12-10), o brasileiro compensou com 12 bolas ganhadoras contra 11 do austríaco e também aplicou três aces contra dois do adversário. Em mais um set equilibrado e disputado, Bellucci apresentou poder de definição e, novamente, ganhou a parcial por 7/6, fazendo 2 a 1 no jogo.

Depois de três sets disputados, a quarta parcial foi vencida com grande facilidade pelo brasileiro. Bellucci se aproveitou que Fischer baixou um pouco seu ímpeto e se impôs no embate, fechando por fáceis 6/2, com três quebras de saque. O brasileiro apresentou um bom tênis e terminou o duelo com 15 aces contra três, 52 bolas ganhadoras contra 33 e 43 erros não forçados contra 39. O último fundamento foi o único em que o brasileiro esteve inferior ao adversário.

Redação Terra