5 eventos ao vivo

Melo e Soares lamentam derrota, mas veem Brasil vivo na série

19 set 2015
16h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Marcelo Melo e Bruno Soares entraram em quadra como favoritos em Florianópolis, mas acabaram derrotados por Ivan Dodig e Franko Skugor na tarde deste sábado. Com a Croácia liderando o playoff do Grupo Mundial por 2 a 1, os brasileiros lamentaram o revés, mas manifestaram confiança nos companheiros.

Os duplistas europeus venceram por 3 sets a 1, com parciais de 6/0, 3/6, 7/6 (7-2) e 7/6 (7-3). Das 13 oportunidades criadas para quebrar o saque de Dodig e Skugor, os brasileiros converteram apenas duas (15%), o que foi decisivo para a derrota, diz Bruno Soares.

“Nossa maior dificuldade foi quebrar. Tivemos vários breaks e não conseguimos aproveitar. Isso custou caro. No geral, acho que jogamos um pouco melhor, mês eles souberam jogar muito bem na pressão. O Skugor, principalmente, estava o tempo todo com a corda no pescoço. Mérito deles”, reconheceu Soares ao Sportv.

Os brasileiros não perdiam na Copa Davis desde 2010, quando caíram diante dos indianos Leander Paes e Mahesh Bhupathi, em Chennai. Melo e Soares vinham de oito vitórias seguidas, uma delas sobre os irmãos gêmeos Mike e Bob Bryan, nos Estados Unidos.

“As coisas hoje não aconteceram para a gente como vinham acontecendo. Mas saímos de cabeça erguida, porque lutamos até o final. O Brasil continua vivo demais na série. Vamos lutar para tentar fazer 2 a 2 e ir com tudo para o quinto ponto”, declarou Soares.

Às 10 horas deste domingo, Thomaz Bellucci enfrenta Borna Coric na tentativa de forçar o quinto jogo, a princípio entre João “Feijão” Souza e Mate Delic. O experiente Marcelo Melo acredita que o capitão Zeljko Krajan colocará Ivan Dodig para disputar a última partida, caso seja necessário.

“O Thomaz vem jogando muito bem. Todos viram como ele atuou na primeira rodada. Acho que vai se dar bem contra o Coric. Imagino que o quinto jogo vai acabar sendo entre o Ivan e o Feijão. Acredito que o confronto vai ser decidido no quinto ponto”, afirmou Melo, que também reconheceu os méritos de Dodig e Skugor neste sábado.

“Foi uma partida dura. O Ivan, a gente sabe o nível que pode alcançar”, disse Melo sobre seu parceiro no Circuito da ATP. “Realmente, ele foi muito bem e o Skugor acompanhou. Tentamos o máximo, mas não deu”, disse Melo, com nove vitórias e duas derrotas ao lado de Soares na Davis.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade