0

No sufoco, Djokovic vence e Sérvia se classifica; Murray bate Nishikori

7 mar 2016
18h28
atualizado às 18h46
  • separator
  • comentários

Novak Djokovic, número 1 do mundo, deu um susto na torcida sérvia, mas bateu o cazaque Mikhail Kukushkin (79º), por 3 sets a 2, com parciais de 6/7(6), 7/6(3), 4/6, 6/3 e 6/2, e empatou o confronto em 2 a 2. Posteriormente, com a vitória de Viktor Troicki (23º) sobre Aleksandr Nedovyesov (200º), por 3 a 0 (6/2, 6/3 e 6/4), a Sérvia garantiu a vaga nas quartas.

No primeiro set, a partida foi extremamente equilibrada, e os dois, firmes no saque, não tiveram grandes problemas. No tie-break, o melhor da atualidade falhou, permitindo a Kukushkin fazer 8/6, e levar a melhor. A segunda parcial também foi equilibrada, mas dessa vez ambos foram mal no saque, cedendo duas quebras para cada um. Assim, mais uma vez o tie-break definiu o vencedor, e dessa vez, foi Djokovic, que conseguiu fazer 7/3.

O terceiro set começou muito favorável ao cazaque, que abriu 4/1 e saque. Porém, numa sequência de três games seguidos em que o devolvedor conseguiu quebrar o serviço, o jogo ficou mais parelho. Mesmo assim, não foi o suficiente para o número 1, que perdeu por 6/4.

Porém, o cansaço parece ter pesado para Kukushkin. Ao final do terceiro set, o relógio já marcava 3h30 de partida. Assim, nos dois últimos sets, Djokovic se impôs, não perdeu mais seu serviço e, com uma quebra na quarta, e duas na quinta parcial, fez 6/3 e depois 6/2, garantindo o triunfo, e mantendo a Sérvia viva no confronto.

Leia mais:

Na Davis, Hewitt “desaposenta”, mas perde nas duplas para os irmãos Bryan

Com Djokovic em quadra, Sérvia perde nas duplas; Irmãos Murray vencem

Andy Murray - Outra partida que precisou do quinto set para ser definida aconteceu em Birmingham, e colocou dois dos maiores tenistas da atualidade frente a frente. O número 2 do mundo, Andy Murray, superou Kei Nishikori, o 6º, em 4h58 de disputa. Com o triunfo do dono da casa, a Grã-Bretanha fechou o confronto diante dos asiáticos, e enfrentará a Sérvia nas quartas.

Nos dois primeiros sets, apesar do equilíbrio, Murray prevaleceu, conseguindo quebrar no último game da parcial inicial, para fazer 7/5, e depois salvar set point para fechar o segundo, no tie-break.

Porém, o japonês reagiu muito bem, e dominou o terceiro set. Firme no saque, precisou de apenas uma quebra, para fazer 6/3 e sobreviver no jogo. Na quarta parcial, Nishikori chegou a abrir 5/2, mas perdeu seu serviço. Mesmo assim, fechou em 6/4.

O quinto set foi extremamente atípico. Nos primeiros seis games, cinco quebras de saque: três de Murray e duas de Nishikori. Depois disso, bastou ao britânico confirmar seus serviços, fazer 6/3 e classificar a Grã-Bretanha para a próxima fase. Com a disputa definida, a quinta partida, entre Daniel Evans (157º) e Taro Daniel (87º), foi cancelada.

Estados Unidos classificado – Os Estados Unidos confirmaram na noite deste sábado a classificação para as quartas de final da Copa Davis ao vencer o confronto geral com a Austrália por 3 a 1.

O responsável pela vitória foi o gigante John Isner, número 11 do mundo, que venceu Bernard Tomic, 20º do ranking, por 3 sets a 1, com parciais de 6/4, 6/4, 5/7 e 7/6 (4). O próximo adversário dos EUA será a Croácia, que fez 3 a 2 na Bélgica.

República Tcheca e Argentina também definiram suas classificações, fazendo 3 a 2 em Alemanha e Polônia, respectivamente. Os europeus encaram a França, enquanto os sul-americanos terão a Itália pela frente.

Brasil – O Brasil está na segunda divisão da Copa Davis e já conhece seu próximo oponente na Davis. O Equador bateu Barbados por 3 a 0 e terá a chance de disputar com o Brasil uma vaga na repescagem, que garantirá um país de volta à primeira divisão. Os jogos acontecem entre os dias 15 e 17 de julho.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade