0

Paris quer estrear novas instalações de Roland Garros em 2018

25 mai 2013
18h25

A Federação Francesa de Tênis (FFT) e a prefeitura de Paris divulgaram neste sábado que desejam estrear as novas instalações do torneio de Roland Garros em 2018, mesmo com a batalha na justiça devido a pressão de grupos ambientalistas.

"Temos o dever de ter sucesso com esta modernização para assegurar a continuidade de um evento que representa nosso país. Queremos oferecer um legado maravilhoso a um dos maiores eventos esportivos do mundo", disse o presidente do órgão que rege o tênis no país, Jean Gachassin.

O projeto passa pela ampliação do local do torneio para 12,5 hectares (são 8,5 atualmente), além da instalação de um teto retrátil na Philippe Chatrier, quadra central. Também será construída uma nova quadra de 1.400 metros quadrados e quase 5 mil lugares.

O prazo inicial era para que tudo estivesse pronto em 2016. No entanto, o atraso nas obras fez com que a previsão de inauguração fosse alterada para 2018. O orçamento do projeto passou de 227 para 340 milhões de euros.

Alguns grupos ambientalistas entraram na justiça e conseguiram a anulação temporária da reforma, que havia sido autorizada em julho de 2011.

Segundo o acordo inicial, as instalações se estenderiam pelos jardins de Auteuil, o que incomodou moradores do local e associações ecologistas, que consideraram um ataque a um dos principais pontos turísticos de Paris.

EFE   
publicidade