0

Terezinha Guilhermina é ouro em dobradinha do Brasil nos 200 m T11

2 set 2012
15h55
atualizado às 18h36
Danilo Vital
Direto de Londres

A brasileira Terezinha Guilhermina conquistou o bicampeonato paralímpico neste domingo em Londres. Na prova dos 200 m rasos da classe T11, a velocista não deu chances para as outras três concorrentes, e com o tempo de 24s82, novo recorde paralímpico, levou o ouro.

» Acompanhe o quadro de medalhas dos Jogos Paralímpicos
» De bocha a goalball, conheça os esportes da Paralimpíada
» Confira dez curiosidades sobre a Paralimpíada

A definição do pódio gerou um imbróglio entre Brasil e China. Na briga com as brasileiras Jerusa Santos e Jhulia Karol, a chinesa Juntingxian Jia chegou a cruzar em terceiro lugar. Em um primeiro momento Jia foi desclassificada por ter sido constatado o auxílio do seu guia, Donglin Xu, que teria impulsionado a atleta no sprint final.

Desta forma, Jerusa ficaria com a prata e Jhulia com o bronze, completando o pódio brasileiro em Londres. Mas após um recurso dos chineses, Jia retomou ao terceiro lugar no pódio.

A CPB chegou a entrar com um novo protesto, mas que não foi aceito. Desta forma, Jhulia, que participou de seus primeiros Jogos Paralímpicos, ficou em quarto lugar. Jerusa melhorou a sua posição em relação a Pequim, quando ganhou o bronze.

Terezinha completou a prova em 24s82 e estabeleceu novo recorde paralímpico
Terezinha completou a prova em 24s82 e estabeleceu novo recorde paralímpico
Foto: Fernando Borges / Terra
Fonte: Terra
publicidade