0

Vaiado, Bellucci perde de italiano e faz pior campanha desde 2008

14 fev 2013
18h31
atualizado às 20h53

Pelo segundo ano consecutivo, o italiano Filippo Volandri eliminou Thomaz Bellucci do Aberto do Brasil. Na tarde desta quinta-feira, o europeu não encontrou maiores dificuldades para superar o cabeça de chave número 5 ao vencer por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/2.

Principal esperança local no Aberto do Brasil, Bellucci faz sua pior campanha no torneio desde 2008, ano em que perdeu na primeira rodada. Desde então, o canhoto alcançou, pelo menos, as quartas de final, ficando com o vice-campeonato na temporada de 2009.

Algoz de Bellucci na semifinal da edição de 2012 do Aberto do Brasil, Volandri ficou com o vice ao perder do espanhol Nicolas Almagro. Depois de repetir o triunfo sobre o brasileiro nesta quinta-feira, ele cara nas quartas o lucky-loser argentino Martin Alund, responsável por aposentar o brasileiro Ricardo Mello na primeira rodada.

Se no começo da partida o público procurou apoiar Thomaz Bellucci e o aplaudiu até mesmo nos momentos delicados, ao final da partida os torcedores vaiaram o tenista local. Volandri, por sua vez, saudou a plateia e ouviu muitas palmas no Ginásio do Ibirapuera.

O brasileiro confirmou seu serviço no primeiro game e teve chances para quebrar o adversário no segundo, mas não aproveitou e ainda perdeu o saque no terceiro. No quinto game, após errar um voleio fácil, ele tomou nova quebra. Bellucci esboçou uma reação no penúltimo game, porém não conseguiu confirmar o serviço em seguida e perdeu o set.

Ainda na primeira parcial, uma forte chuva atingiu a região que abriga do Ginásio do Ibirapuera. O choque dos pingos com o teto metálico da arena aumentou o barulho dentro da quadra. Em alguns momentos da partida , ainda foram ouvidos fortes trovões.

Alheio ao barulho, Volandri manteve o ritmo no segundo set e quebrou o serviço do adversário no quarto game. Bellucci devolveu no quinto, mas novamente não conseguiu confirmar seu serviço. Uma nova quebra de saque do italiano decretou o final da partida e deu início às vaias da torcida.

Bellucci vem sendo acompanhado pela psicóloga Carla Di Pierro desde o ano passado e a profissional disse ver alguns progressos desde então. A sofrida vitória diante do jovem Guilherme Clezar na primeira rodada e a derrota diante de Filippo Volandri, no entanto, mostraram que ainda há um longo caminho a percorrer.

Com a eliminação do principal tenista do País, o único brasileiro vivo na chave de simples em São Paulo é João 'Feijão' Souza, que enfrenta o espanhol Rafael Nadal ainda nesta quinta-feira. Na disputa de duplas, Bellucci e Feijão encaram na próxima rodada os italianos Fabio Fognini e Simone Bolelli.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade