5 eventos ao vivo

Vettel aproveita problemas da Ferrari e vence no Bahrein com facilidade

21 abr 2013
10h46

Dessa vez, não teve disputa interna ou qualquer polêmica. O resultado veio até com mais facilidade do que o esperado. Azar dos adversários. O certo é que Sebastian Vettel não teve problemas e venceu o GP do Bahrein na manhã deste sábado, na Fórmula 1. Com o resultado, o alemão da Red Bull se consolidou na liderança do campeonato de pilotos após quatro corridas e segue como o piloto a ser batido. Foi o segundo triunfo dele na temporada. Ele já tinha conquistado o GP da Malásia após uma ultrapassagem polêmica sobre o companheiro Mark Webber nas voltas finais.

Destaque também para a equipe Lotus, que completou o pódio. Kimi Raikkonen largou em sétimo e terminou na segunda colocação. Já Romain Grosjean iniciou a disputa no 11º lugar e chegou em terceiro. Paul di Resta, da Force India, que atrasou ao máximo as entradas no box e ficou na quarta posição.

Enquanto todos esperavam uma briga entre Fernando Alonso e Vettel pela vitória, o espanhol teve a corrida prejudicada por um problema na asa móvel logo nas primeiras voltas. Assim, foi obrigado a fazer duas paradas inesperadas no box e perdeu a chance de triunfar. Mas ele não foi o único ferrarista a ter uma corrida com problemas.

Felipe Massa também sofreu. Após perder a quarta colocação logo na largada, o brasileiro não conseguiu retardar as paradas para troca de pneus após largar com o composto mais duro. Para piorar, ainda teve o pneu traseiro direito furado em duas oportunidades. Assim, nem ficou na zona de pontuação.

Nem mesmo o pole, Nico Rosberg chegou a assustar Vettel. Assim como esperado pelo próprio piloto, a Mercedes não teve um bom desempenho durante a corrida. Apesar de manter a liderança na largada, o alemão não conseguiu segurar os adversários. Foi batido com facilidade pelo atual tricampeão da F-1 logo na terceira volta. E foi sendo ultrapassado pelo outros pilotos até a primeira parada no pit.

Agora, o campeonato fica dois fins de semana sem prova. A próxima corrida é no dia 12 de maio, no GP da Espanha. Resta saber se Vettel terá tanta facilidade como hoje.

A CORRIDA

Apesar da pressão de Sebastian Vettel e Fernando Alonso logo na largada, o pole Nico Rosberg conseguiu segurar a primeira colocação na primeira curva. Um pouco atrás, Felipe Massa perdeu o quarto posto para Paul di Resta. O brasileiro chegou a ser pressionado por Adrian Sutil, também da Force India, logo nas primeiras curvas. Mas após um toque involuntário, o alemão saiu da pista e caiu várias posições.

Como esperado, Rosberg não conseguiu segurar a ponta por muito tempo. Sempre pressionado, logo foi ultrapassado por Vettel na terceira volta. Em seguida, foi deixado para trás por Alonso e Di Resta.

Enquanto todos esperavam uma disputa entre Vettel e Alonso, o espanhol começou a ter problemas. A asa móvel, utilizada para auxiliar nas ultrapassagens, começou a apresentar problemas e o ferrarista foi chamado para o box, acabando assim, com as chances de vitória. Melhor para o alemão, que passou a abrir vantagem para os adversários e se manteve na ponta.

A surpresa no início da prova ficou com a tática usada por Felipe Massa. O brasileiro largou com pneus duros para adiar o pit stop e tentar uma tática diferente. Mas o piloto da Ferrari fez a primeira parada logo na 11º volta, junto com a maioria dos pilotos.

Na volta para a pista, Massa perdeu posições e, se não bastasse, teve o pneu traseiro furado.

Já na frente, Paul di Resta assumiu a ponta e adiou ao máximo a troca de pneus. Kimi Raikkonen, com a Lotus, adotou tática parecida.

Após a entrada no box dos então líderes, Vettel voltou para a liderança e se manteve lá até o fim.

A emoção ficou para a disputa por posição entre as McLarens de Jenson Button e Sergio Pérez. Os dois quase bateram em alguns momentos e o inglês até reclamou pelo rádio.

Nas últimas voltas, Di Resta e Grosjean ainda disputaram o terceiro lugar. Com rendimento muito superior, o francês conseguiu ultrapassar o piloto da Force India e assegurou um lugar no pódio.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade