1 evento ao vivo

Vasco perde para lanterna Vila e deixa de assumir liderança

19 ago 2014
23h40
atualizado às 23h51
  • separator
  • comentários

O Vasco não teve uma noite feliz contra o lanterna Vila Nova, nesta terça-feira, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Jogando no Mané Garrincha, em Brasília, o clube carioca perdeu por 2 a 1 e desperdiçou a chance de virar líder isolado da segunda divisão nacional. O resultado também acaba com a série de quatro vitórias seguidas dos vascaínos na competição. Todos os gols saíram na etapa inicial: Jheimy e Júnior Xuxa marcaram para os mandantes, Carlos Cesar descontou.

Com o resultado, o Vasco não aproveita o tropeço do Ceará, que perdeu mais cedo para o ABC, por 2 a 1, e continua no segundo lugar, com os mesmo 31 pontos dos cearenses. Já o Vila Nova encaixa a segunda vitória seguida e esboça uma reação para deixar a lanterna da competição. Os goianos estão com 11 pontos, três atrás da Portuguesa, 19ª colocada.

Na próxima rodada o Vasco visita o Icasa, sexta-feira (22), às 21h50, no Estádio Romeirão, no Ceára. Já o Vila Nova vai ao Frasqueirão enfrentar o ABC, no sábado (23), às 21h, no Rio Grande do Norte.

Kleber sofre para ficar com a bola contra o Vila Nova
Kleber sofre para ficar com a bola contra o Vila Nova
Foto: Carlos Costa / Agência Lance
Vasco pressiona, mas sai perdendo

O primeiro tempo mal começou e o Vila Nova logo abriu o placar aos 7min. Christiano arriscou da lateral da área e Diogo Silva espalmou pelo meio. No rebote, Júnior Xuxa acertou a trave e a bola sobrou para Jheimy empurrar para o fundo do gol. O Vasco não se abateu e começou a pressionar o adversário. Aos 12min, Douglas bateu de primeiro, mas a bola passou por cima da meta. Depois de três minutos, foi a vez do camisa 10 bater escanteio perigoso, mas Luan não alcançou a bola e desperdiçou boa oportunidade. 

Aos 30min, Douglas Silva cabeceou firme e o goleiro Cleber fez boa defesa. Quatro minutos depois, foi a vez de Marlon assustar. Ele cruzou, a bola pegou um efeito e fez Cleber praticar outra boa defesa. Quando parecia que o Vasco empataria o jogo, veio o balde de água fria. Aos 40min, Léo Rodrigues fez ótimo avanço pela direita, chegou a linha de fundo e tocou para o meio. Júnior Xuxa, dessa vez, não desperdiçou e mandou no canto direito de Diogo Silva.

O Vasco conseguiu descontar apenas nos acréscimos. Aos 46min, Kléber fez belo passe para Carlos César na área. O lateral chutou cruzado, a bola desviou em Gabriel e enganou Cleber.

Vila Nova se fecha e garante vitória

A etapa final começou e o Vila Nova demonstrava inteligência no esquema adotado para o segundo tempo. Na frente do placar, os goianos deixavam o Vasco com a posse de bola, se fechavam bem e aguardavam erros dos cariocas para sair em contra-ataque. Foi assim que criaram a primeira oportunidade aos 15min. Jheimy arriscou de fora da área, mas Diogo Silva defendeu com segurança.

Mesmo com mais posse de bola, o Vasco não conseguia criar boas oportunidades e chegou apenas aos 21min. Montoya, que entrou no intervalo, fez boa jogada na área e bateu para boa defesa do goleiro Cleber.

A partir de então, o Vasco foi só pressão. Aos 31min, após cruzamento, Luan conseguiu escorar pelo meio, e Rafael Silva, sozinho na pequena área, cabeceou por cima do gol, desperdiçando a mais clara chance da equipe carioca.

FICHA TÉCNICA
VILA NOVA-GO 2 X 1 VASCO-RJ

Local: Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Data: 19 de agosto de 2014, terça-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro:Marcos Mateus Pereira (MS)
Assistentes: Sérgio Alexandre da Silva e Eduardo Goncalves da Cruz (MS)
Público: Cartões amarelos: Paulinho, Junior Xuxa, Gabriel, Gustavo, Cleber e Felipe Macena (Vila Nova); Guiñazu, Douglas e Kleber (Vasco)

GOLS
VILA NOVA: Jheimy, aos 7min do primeiro tempo; Junior Xuxa, aos 40min do primeiro tempo
VASCO: Carlos Cesar, aos 46min do primeiro tempo

VILA NOVA: Cleber; Leo Rodrigues, Gabriel, Gustavo Geladeira e Christiano (Alisson); Jeferson, Radamés, Felipe Macena, Júnior Xuxa (Nene Bonilha) e Paulinho (Matheus Anderson); Jheimy
Técnico: Márcio Azevedo

VASCO: Diogo Silva, Carlos Cesar (Aranda), Luan, Douglas Silva e Marlon; Guiñazu, Fabrício e Douglas; Guilherme Biteco (Montoya), Edmílson (Rafael Silva) e Kleber
Técnico: Adilson Batista

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade