1 evento ao vivo

São Paulo volta a falhar na defesa e cai diante do Vitória

17 jul 2010
20h23
atualizado às 22h15

Com boa atuação do trio ofensivo formado por Ramon, Elkeson e Schwenck - que marcaram um gol cada um - o Vitória subiu na tabela do Campeonato Brasileiro ao vencer o São Paulo por 3 a 2 neste sábado, no Barradão, pela nona rodada. Os paulistas descontaram com Jean e Fernandão, mas voltaram a apresentar falhas defensivas.

Com o resultado, o time rubro-negro chegou a 12 pontos, se afastando temporariamente da zona de rebaixamento e ultrapassando o próprio São Paulo no meio da tabela. A equipe tricolor, que perdeu a segunda partida seguida na competição (na rodada passada, 2 a 1 para o Avaí, no Morumbi), estacionou nos 11 pontos ganhos.

A partida também encerrou um longo período sem triunfos do Vitória diante do São Paulo, que durava desde o Campeonato Brasileiro de 2001 - eram nove vitórias seguidas da agremiação paulista desde então.

O São Paulo começou com um esquema diferente do que vinha utilizando, com Richarlyson avançado para a função de primeiro volante e uma linha de quatro jogadores na defesa. O time pareceu perdido na marcação nos primeiros minutos, dando muito espaço principalmente pelo lado direito, onde o lateral Jean ficava isolado contra os avanços de Egídio e Elkeson.

Aos 11min, Jean perdeu dividida com Egídio e o lateral esquerdo do Vitória bateu cruzado com força, mas Rogério Ceni espalmou em bela defesa. Dois minutos depois, porém, não teve jeito. De novo, Egídio teve liberdade pela esquerda e cruzou para o meio da área, onde Elkeson subiu sozinho e desviou de cabeça para as redes, abrindo o placar.

Logo após sofrer o gol, o técnico Ricardo Gomes recolocou o São Paulo no habitual esquema com três zagueiros, recuando Richarlyson. A equipe melhorou e, aos 20min, Hernanes quase empatou, cabeceando com perigo para fora. O time da casa respondeu dois minutos depois, em finalização perigosa de Fernando de fora da área.

O empate tricolor veio aos 38min, com Jean, que subiu muito de produção depois da mudança de posicionamento da equipe. Ele correu com a bola da direita para o meio, tabelou com Marlos e chutou de pé esquerdo da entrada da área, acertando o canto de Viáfara para deixar tudo igual.

O Vitória ameaçou o segundo gol em cobrança de falta do veterano Ramon aos 41min, mas Rogério deu um tapinha para escanteio. A última chance de perigo do time rubro-negro no primeiro tempo foi um chute de Fernando, que voltou a arriscar de longe e mandar perto da meta são-paulina.

Na volta do intervalo, o time baiano continuou melhor e voltou a ficar na frente logo aos 2min. De novo, Egídio cruzou da esquerda e um atacante levou a melhor na bola aérea sobre Júnior César, de apenas 1,66 m. Desta vez, foi Schwenck quem cabeceou para o fundo do gol.

Em vantagem, o Vitória passou a marcar forte com seus três volantes e apostar no contra-ataque, enquanto o São Paulo não conseguia criar jogadas. Aos 12min, a estratégia deu certo: Ramon avançou pela direita, tabelou na entrada da área e saiu na cara de Rogério Ceni. Com categoria, o camisa 10 tocou no canto do goleiro para fazer o terceiro dos donos da casa.

Mesmo jogando mal, o São Paulo diminuiu logo em seguida na bola parada. Hernanes bateu escanteio e Fernandão subiu mais que a zaga para testar firme, aos 16min. O time paulista tentou mudar o panorama do jogo com as entradas de Fernandinho e Cléber Santana nos lugares de Dagoberto e Marlos, mas seguia com dificuldades diante da marcação firme do adversário.

Aos 31min, quase o empate. Fernandinho fez ótima jogada pela esquerda e tocou para a pequena área, onde Fernandão entrou desviando para fora, perdendo chance incrível. Cinco minutos depois, Fernandinho recebeu de Cléber Santana na área e chutou forte; Viáfara espalmou e Anderson Martins chegou antes de Hernanes no rebote, afastando o perigo e garantindo a vitória.

FICHA TÉCNICA

Vitória 3 x 2 São Paulo

Gols
Vitória: Elkeson, aos 14min do 1º tempo; Schwenck, aos 2min, e Ramon, aos 12min do 2º tempo
São Paulo: Jean, aos 38min do 1º tempo, e Fernandão, aos 16min do 2º tempo

Ponto Forte do Vitória
Encaixou a marcação no meio de campo e explorou bem as descidas de Nino e Egídio pelas laterais

Ponto Forte do São Paulo
Ganhou consistência com as substituições no segundo tempo

Ponto Fraco do Vitória
Recuou demais depois de fazer o terceiro gol e tomou pressão do São Paulo

Ponto Fraco do São Paulo
Desorganização no começo do jogo e meio de campo pouco criativo

Personagem do jogo
Egídio, que teve liberdade pela esquerda durante todo o jogo e contribuiu com duas assistências

Esquema Tático do Vitória
4-3-1-2
Viáfara; Nino Paraíba, Wallace, Anderson Martins e Egídio; Vanderson, Ricardo Conceição e Fernando (Neto Coruja); Ramon (Renato); Elkeson (Renan Oliveira) e Schwenck. Técnico: Ricardo Silva

Esquema Tático do São Paulo
4-3-3
Rogério Ceni; Jean, Miranda, Xandão e Júnior César; Richarlyson, Rodrigo Souto e Hernanes; Marlos (Cléber Santana), Fernandão (Washington) e Dagoberto (Fernandinho). Técnico: Ricardo Gomes

Cartões amarelos
Vitória: Schwenck e Vanderson
São Paulo: Dagoberto, Júnior César e Rodrigo Souto

Árbitro
Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Local
Estádio Barradão, Salvador (BA)

Com informações de Gazeta Esportiva




Vitória impôs a segunda derrota seguida ao São Paulo e ultrapassou o rival na tabela
Vitória impôs a segunda derrota seguida ao São Paulo e ultrapassou o rival na tabela
Foto: Felipe Oliveira/Agif / Gazeta Press
Fonte: Redação Terra
publicidade