3 eventos ao vivo

Aos 81, morre técnico tricampeão olímpico e bi mundial com Cuba

1 jun 2014
12h18
atualizado às 12h31

Aos 81 anos, Eugenio Goerge Lafita morreu neste final de semana, em Havana. Considerado o principal artífice da tradicional escola cubana de vôlei, o treinador conquistou os títulos mais importantes da modalidade com a seleção de seu país ao longo das últimas décadas.

Sob o comando de Lafita, Cuba ganhou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Barcelona-1992, Atlanta-1996 e Sydney-2000, além de ficar com o bronze em Atenas-2004. Neste período, a seleção do Caribe protagonizou uma acirrada rivalidade com o Brasil.

O técnico ainda comandou a seleção cubana na conquista dos títulos mundiais de Leningrado-1978 e São Paulo-1994. Na capital paulista, o time caribenho venceu o Brasil em pleno Ginásio do Ibirapuera - o time nacional segue em busca do inédito troféu.

Ele ainda conquistou quatro edições da Copa do Mundo e duas do Grand Prix. De acordo com fontes oficiais, Lafita morreu após "larga e penosa enfermidade". Integrante do Hall da Fama do vôlei, o cubano foi considerado o melhor técnico de equipes femininas do século XX pela Federação Internacional de Vôlei (FIVB).

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade