0

Após sequência negativa, Brasil "atropela" Argentina e ainda sonha

16 nov 2011
08h48
atualizado às 14h10

Após duas derrotas consecutivas para Itália e Japão, sem conseguir anotar um set sequer, nesta quarta-feira, a Seleção Brasileira feminina de vôlei se recuperou na Copa do Mundo, e venceu o clássico sul-americano contra a Argentina, com relativa facilidade, por 3 sets a 0, parciais de 25/20, 25/19 e 25/9, em duelo realizado em Tóquio.

Veja as mais belas da Copa do Mundo de vôlei e eleja sua favorita
Veja a tabela da Copa do Mundo feminina de vôlei

Com o triunfo, time comandado por José Roberto Guimarães segue na sexta colocação na tabela de classificação, com 15 pontos, cinco atrás da China, terceira colocada - último país que obteria vaga caso a competição se encerrasse nesta quarta-feira -, e se mantém com chances remotas de obter uma vaga nos Jogos Olímpicos de Londres 2012 através da competição.

Para seguir sonhando com uma vaga nas Olimpíadas na Copa do Mundo, o Brasil terá de vencer seus dois últimos compromissos, contra a Argélia na próxima quinta-feira, e contra a República Dominicana na sexta-feira, e torcer por tropeços de China e Alemanha nas partidas desta quinta, respectivamente contra Quênia e Japão, além de uma vitória das europeias sobre as asiáticas na rodada derradeira por 3 sets a 2, para que o vencedor some apenas dois pontos e o perdedor um, e a decisão da vaga fique para os critérios de desempate.

Caso não consiga se qualificar para Londres 2012 na competição, o Brasil terá outras duas chances no ano que vem para assegurar a oportunidade de defender seu título nos Jogos, nos Pré-Olímpicos continental e mundial.Com Sassá como titular no lugar de Mari pela primeira vez na Copa do Mundo, o Brasil encontrou relativa dificuldade no início do duelo contra a Argentina. Apesar de se manter a frente durante toda a primeira parcial, as brasileiras só conseguiram deslanchar no placar no final, quando estabeleceram a maior vantagem de pontos, ao fechar o set em 25 a 20.

A soberania do final do primeiro set, se repetiu durante a segunda etapa, e, com um bloqueio consistente, a Seleção Brasileira soube usar bem a superioridade técnica e vencer por 25 a 19, para abrir 2 sets a 0 no confronto.

No terceiro set, a partida ficou ainda mais tranquila a favor das brasileiras, que não encontraram dificuldades para fazer 25 a 9 e fechar a partida em 3 sets a 0.

Terra

compartilhe

publicidade
publicidade