0

Brasil faz set para história da era Bernardinho: "para guardar o vídeo"

10 ago 2012
20h01
Allan Farina
Celso Paiva
Direto de Londres

A Seleção Brasileira masculina de vôlei arrasou a Itália nesta sexta-feira pela semifinal dos Jogos Olímpicos por impressionantes 3 sets a 0, com parciais de 25/21, 25/12 e 25/21. Como os próprios números mostram, a segunda parcial foi uma aula de voleibol sobre os italianos. A equipe do Brasil dominou o tradicional adversário e encaminhou sua classificação à final da Olimpíada de Londres.

» Saiba tudo sobre os medalhistas do Brasil em Londres
» Veja como foram as conquistas dos brasileiros
» Veja mapa e conheça tudo sobre o Parque Olímpico de Londres
» Confira a programação de ao vivo do Terra
» Veja a agenda e resultados dos Jogos de Londres

"(A Seleção) Fez um segundo set dos mais brilhantes da minha gestão, em uma partida brilhante, um segundo set excepcional, em uma partida fantástica, mas agora acabou", disse o técnico Bernardinho, já pedindo foco na Rússia, a adversária na decisão pelo ouro.

"Era hora de o time mostrar o que veio fazer, eu digo que o segundo set foi brilhante. Foi algo assim de tirar e você guardar para mostrar esse vídeo, pelo brilhantismo técnico e tático, disposição, recuperação de bolas incríveis. Realmente foi muito bonito. Mas agora vamos curtir 15 minutinhos, mas deu vamos focar em uma barreira final e extremamente difícil que temos pela frente", afirmou o treinador.

O set foi resolvido em apenas 23 minutos e teve atuação impressionante da Seleção. O destaque ficou para o vigésimo ponto, obtido em um rali tenso que terminou com bloqueio de Dante. O ponteiro autor do emocionante considerou que a parcial foi praticamente perfeita.

"Eu acho que foi um set praticamente perfeito, nós jogamos muito bem em todos os fundamentos. Isso é difícil de acontecer e aconteceu. Colocamos a pressão violenta em cima deles e eles sentiram. Muitos falaram aí que o segundo set foi o melhor set da era Bernardinho, não sei se foi também. Mas que foi perfeito ali dentro de quadra, acho que foi", comentou Dante.

O levantador Bruninho, por sua vez, tem opinião parecida com a do técnico Bernardinho. "Acredito que tenha sido um dos melhores sets que fizemos nesses últimos quatro anos de ciclo olímpico. Foi um belíssimo set, mas o que mais me chamou atenção foi que estava 20 a 12, 21 a 12, e em nenhum momento tiramos a cabeça do jogo. Sabíamos que tínhamos que continuar e matar o jogo. A cabeça e a agressividade é o principal nesse momento para não tirarmos o foco da partida", disse o atleta.

"Foi um belíssimo set e um belíssimo jogo. Só que agora passou e a Rússia vem aí. Uma pedreira e teremos que ter a mesma paciência que tivemos hoje contra os italianos para conseguir batê-los", acrescentou Bruninho.

Brasil atropelou Itália e seguiu firme rumo à decisão do vôlei olímpico
Brasil atropelou Itália e seguiu firme rumo à decisão do vôlei olímpico
Foto: Marcelo Pereira / Terra
Fonte: Terra
publicidade