0

Bruno prevê desmanche na Cimed após final da Superliga

29 abr 2010
16h58
atualizado às 19h26

Campeã de três das quatro últimas temporadas da Superliga masculina de vôlei, a Cimed pode perder a sua base vencedora ao fim desta temporada. Nomes como Bruno, Éder, Thiago Alves e Lucão podem deixar Florianópolis (SC) após a final contra o Bonsucesso/Montes Claros.

Levantador do Cimed e da Seleção Brasileira, Bruno admite chance de deixar o time
Levantador do Cimed e da Seleção Brasileira, Bruno admite chance de deixar o time
Foto: Alexandre Arruda/CBD / Divulgação

"É triste, mas eu acredito que chega uma hora na qual todo mundo começa a querer (sair). Os jogadores estão cada vez mais valorizados", comentou o levantador Bruno, após o treino da manhã desta quinta-feira, em São Paulo.

Ainda sem saber onde jogará no próximo ano, Bruno diz ter vontade de ficar. "Só que isso não depende exclusivamente de mim", lembrou o jogador, que já se "conformou" com o possível desmanche do time catarinense. "Isso faz parte e cada um tem que procurar seus caminhos. É o mercado", destacou.

No próximo sábado, a Cimed fará, contra o Bonsucesso/Montes Claros, sua quinta decisão consecutiva do título nacional. Um domínio que incomoda os rivais. "(O assédio) não é nem só o fato de outras equipes quererem um jogador, mas sim o desejo de querer desestabilizar o nosso time. Isso acontece muito no feminino", observou Bruninho.

Questionado sobre a possibilidade de jogar no exterior, o titular da seleção brasileira disse que vai permanecer no país. "Tenho até boas propostas de fora, mas ainda não é o que eu quero. Penso em esperar pelo menos até as Olimpíadas de 2012 antes de sair", confessou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade