2 eventos ao vivo

Com boa atuação de Paula Pequeno, Brasília vence o Minas na Superliga

4 dez 2013
00h44

Depois de um mês sem atuar oficialmente por causa da parada da Superliga Feminina, o Brasíla Vôlei retornou à disputa com vitória. Nesta terça-feira, na Arena Vivo, a equipe da ponteira Paula Pequeno bateu as meninas do Minas Tênis Clube por 3 sets a 0, parciais de 21-18, 21-16 e 21-19, pela sétima rodada. Foi a primeira vez que a equipe do Distrito Federal conseguiu fechar um jogo em apenas três etapas.

Como prova de que a experiência conta e muito, a campeã olímpica e melhor jogadora da Olimpíada de Pequim (2008) foi eleita a melhor em quadra e levou para cada o Troféu VivaVôlei. A maior pontuadora foi Elisângela, com 14 acertos. No time mineiro, Carla anotou 10.

O resultado fez as comandadas de Sérgio Negrão saltarem para a oitava colocação na tabela. O time soma agora 12 pontos, mesma quantidade de Sesi, Barueri, Praia Clube e Pinheiros. O Minas segue na lanterna, sem vencer um set sequer.

– Hoje, fizemos três excelentes sets. Tínhamos a condição de ganhar, mas, realmente, a experiência contou. Tivemos erros de saque em momentos cruciais da partida, quando o jogo estava favorável a nós. Isso dá um banho de água fria nas atletas. É a falta de experiência. É a falta de costume de enfrentar situações como essa – lamentou o técnico do Minas, Marco Queiroga.

O Brasília volta a jogar no sábado, às 14h30, contra o Pinheiros, no Sesi Taguatinga. Já o Minas entra em quadra um dia antes, às 20h, para enfrentar a Uniara/AFAV, no Gigantão.

São Bernardo, São Caetano e Uniara também vencem

Já o São Bernardo Vôlei comprovou o bom momento na Superliga e venceu o Barueri fora de casa por 3 sets a 2, parciais de 21-18, 16-21, 22-24, 21-14 e 16-18. Esta foi a quarta vitória consecutiva do time do ABC, que antes havia superado Brasília, Uniara e Maranhão. O Troféu Viva Vôlei ficou com a central Dani Vieira.

Em Rio do Sul, a Uniara/AFAV passou pelo Rio do Sul/Equibrasil por 3 a 1 (18-21, 21-14, 20-22 e 21-18). A central Solange foi escolhida a melhor do jogo.

E o São Cristóvã Saúde/São Caetano não deu chances ao Maranhão Vôlei. Em casa, a equipe de Hairton Cabral fez 3 a 0, parciais de 22-20, 21-19 e 21-18. O VivaVôlei ficou com a ponteira Silvana.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade