0

Com novo técnico, Campinas renova com de André Heller e Rodriguinho

11 abr 2012
13h30

Eliminado pelo Vôlei Futuro nas quartas de final da Superliga masculina de vôlei desta temporada, o Medley/Campinas começa a planejar a equipe para 2012/2013. Após acertar com o treinador Marcos Pacheco, tetracampeão nacional, o time campineiro definiu na última terça-feira a permanência do meio-de-rede André Heller e do levantador Rodriguinho por mais um ano.

O novo treinador do time paulista trabalha ao lado da diretoria para montar o elenco que disputará o Campeonato Paulista, os Jogos Abertos e a Superliga, tendo Heller e Rodriguinho como únicos nomes certos.

"São grandes jogadores, que sabem o caminho das vitórias e conhecem os obstáculos que precisam ser superados. O Heller, além da qualidade técnica, exerce liderança muito importante e tem grande bagagem no vôlei. Da mesma forma o Rodriguinho, que é habilidoso e experiente, tendo jogado final de Superliga e atuado na Europa", afirmou Pacheco, que trabalhou com André Heller em três clubes: Ulbra, Frangosul/Ginástica e Unisul, sendo campeão da Superliga com este último em 2004.

"Além de um grande atleta, o Heller é um vencedor e uma grande pessoa. Sua experiência será muito importante para conquistarmos nossos objetivos", completou.

No entanto, apesar dos elogios, não foi apenas o lado técnico que garantiu a permanência dos atletas no time campineiro. Segundo Pacheco, a identificação com o Medley/Campinas foi fator fundamental para o acerto com Rodriguinho e Heller.

"Eles têm identificação com a cidade, principalmente o Rodriguinho, que nasceu aqui. Além disso, os dois sabem a história da equipe e sua importância para os torcedores. Estou muito feliz", ressaltou.

Por último, o treinador afirmou que o clube paulista busca manter outros jogadores do elenco e contratar reforços, visando títulos na próxima temporada.

"Seguimos focados na formação do elenco. A disputa já começou fora das quadras e estamos brigando com outros times para termos jogadores de qualidade. Faremos o máximo para montar um grupo competitivo, aproveitando a organização e a estrutura que a equipe oferece", encerrou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade