0

De folga, atletas do Sollys passeiam e estranham vestimentas em Doha

17 out 2012
16h30
atualizado em 22/10/2012 às 19h02

As atletas do Sollys/Nestlé aproveitaram a última terça-feira para passear em Doha. Na capital do Catar para a disputa do Campeonato Mundial de Clubes de vôlei, as jogadoras receberam folga da comissão técnica, saíram para conhecer a cidade e estranharam a vestimenta da população local, sobretudo a feminina.

Após estrear com uma vitória fácil sobre o Bohai Bank, da China, o Sollys/Osasco teve um pouco mais de trabalho na manhã desta segunda-feira em Doha, no Catar. Jogando contra o atual campeão mundial, o Rabita Baku, do Azerbaijão, a equipe brasileira venceu por 3 sets a 1, parciais de 22/25, 25/20, 25/19 e 25/19, em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Mundial de Clubes.
Após estrear com uma vitória fácil sobre o Bohai Bank, da China, o Sollys/Osasco teve um pouco mais de trabalho na manhã desta segunda-feira em Doha, no Catar. Jogando contra o atual campeão mundial, o Rabita Baku, do Azerbaijão, a equipe brasileira venceu por 3 sets a 1, parciais de 22/25, 25/20, 25/19 e 25/19, em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Mundial de Clubes.
Foto: FIVB / Divulgação

A questão dos trajes fora de quadra era uma das principais preocupações da comissão técnica do Sollys para a disputa do Mundial. Na temporada passada, algumas atletas saíram para andar na cidade utilizando shorts curtos e chegaram a ser confundidas com prostitutas.

"Eu nunca tinha visto de perto uma mulher com essas abaias (roupa preta típica do local) e, ao mesmo tempo em que é um pouco estranho, acaba sendo fantástico. Aqui as mulheres usam a melhor roupa em casa para o marido e nas ruas elas não se mostram para nenhum estranho, para ninguém", disse a ponteira Fernanda Garay, um dos reforços para a temporada. "É interessante ver um pouco do outro lado e não porque são diferentes que estão certos ou errados", completou.

Garay foi uma das atletas que mais aproveitaram o tempo de folga no Catar. Depois de conhecer dois shoppings da cidade ao lado do restante das companheiras, ela, Samara, Ivna, Dani Suco e Gabi foram a um mercado de produtos típicos da região e ainda fizeram um passeio de barco.

"Fiquei surpresa porque pensei que fosse um país muito mais rígido. Na verdade a gente não conhece muito a fundo, mas o pouco que pudemos ver achei brando, pensava que as mulheres não pudessem sair e percebemos no nosso passeio que não é bem assim. Elas usam uma vestimenta que é muito estranha e para nós é uma coisa de outro mundo", disse a central Dani Suco.

Após a folga, as atletas do Sollys encararam um dia normal de treinamentos em Doha nesta quarta-feira. A equipe está na semifinal do Campeonato Mundial e entra em quadra às 4h (de Brasília), desta quinta-feira, para enfrentar o Lancheras de Cataño, de Porto Rico.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade