0

Em jogo polêmico, Praia Clube sofre para vencer o Pinheiros

25 jan 2014
00h11
atualizado às 08h05

Num jogo marcado por polêmicas marcações da arbitragem, o Banana Boat/Praia Clube venceu de virada o Pinheiros pela terceira rodada do returno da Superliga Feminina. Na noite desta sexta-feira, o time de Uberlândia triunfou por 3 sets a 2, com parciais de 21-12, 22-24, 19-21, 21-19 e 15-6, na Arena Praia, em 2h10.

Com este resultado, as comandadas de Spencer Lee alcançaram a oitava vitória seguida na competição e abriu quatro pontos de vantagem sobre a equipe da capital paulista, que ocupa a quinta colocação. Com 33 pontos, o Praia segue na quarta posição. As maiores pontuadoras foram a oposto Andréia, com 24 acertos, e a também oposto Monique, com 22.

O lance que gerou maior discussão aconteceu no segundo set, quando o Pinheiros chegou a estar perdendo por 20 a 16, mas buscou uma reação em sequência de saques de Lara. Um erro da arbitragem, que não marcou rede de Vivian quando o time da casa fecharia a parcial, manteve a equipe de São Paulo viva na disputa até fechar o set.

Com o duelo empatado em 1 a 1, o Pinheiros se animou e parecia encaminhar a vitória. Mas Monique, em mais um grande exibição nesta Superliga, comandou a redação do Praia na quarta etapa, forçando o tie-break.

O Pinheiros ofereceu pouca resistência no set decisivo, que também teve lances polêmicos, como um ataque de Glauciele desviado no bloqueio, que a arbitragem ignorou. Ao fim, a levantadora Juliana recebeu o Troféu Viva Vôlei de melhor jogadora da partida.

Na próxima terça-feira, o Praia Clube encara o Barueri, às 19h30, no José Correa. No mesmo dia e horário, o Pinheiros duela com o Sesi, no Henrique Villaboin.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade