0

Leal desequilibra e Sada Cruzeiro bate Brasil Kirin na semi da Copa Brasil

23 jan 2014
21h20

Líder da Superliga Masculina de Vôlei, o Sada Cruzeiro foi derrotado apenas uma vez na competição, pelo Brasil Kirin, no final de dezembro. Nesta quinta-feira, a equipe mineira se vingou do tropeço em casa com vitória por 3 sets a 0 na semifinal da Copa Brasil, em parciais de 21/18, 21/15 e 21/16. O jogo foi disputado em Maringá (PR), sede da competição.

O grande destaque do time celeste foi o cubano Leal, principalmente no saque - ao todo, o ponteiro marcou seis pontos neste fundamento. Wallace e o líbero Serginho, com recepções salvadoras, também foram importantes para a vitória que colocou o Sada Cruzeiro na decisão do torneio.

Pelo lado do Brasil Kirin, Rivaldo mais uma vez teve ótimo desempenho ofensivo, insuficiente para garantir a vitória para a equipe de Campinas. Para o central André Heller, o time tinha condições de repetir a atuação que tirou a invencibilidade do rival na Superliga, o que não o permite aceitar a derrota."Não é normal, vencemos na Superliga e não aceitamos isso como normal. Não fomos mal nos primeiros sets, mas o que aconteceu no terceiro não pode acontecer", disparou o experiente atleta, um dos líderes do elenco, ao canal Sportv.

O primeiro set foi o mais disputado da partida. Após uma série de viradas no placar, o Sada Cruzeiro abriu três pontos de frente na parte final da parcial e contou com ataque de Wallace para fazer 21/18.

Animada, a equipe mineira dominou o início do segundo set. O Brasil Kirin esboçou uma reação e igualou o placar, mas o Sada Cruzeiro voltou a abrir três pontos de frente antes do segundo tempo técnico. No final da parcial, Rivaldo se esforçou para igualar o marcador, em vão. Contando com oito pontos em erros do rival, a equipe mineiro aproveitou ataque de Felipe para fazer 21/15 e abrir 2 a 0 na semi.

Abatido, o time do interior paulista foi presa fácil no último set. Sem Rivaldo em grande parte da parcial, a equipe não teve força para parar os ataque de Wallace e os saques de Leal e viram o Sada Cruzeiro abrir vantagem com facilidade. Já com seu principal jogador em quadra, o Brasil Kirin tentou reagir nos minutos finais, mas viu Felipe fazer mais um ponto decisivo e colocar os mineiros na final.

O adversário celeste sai do duelo entre Kappesberg/Canoas e Sesi-SP, na noite desta quinta. A decisão será disputada novamente em Londrina, às 10 (de Brasília) de sábado.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade