0

Líderes na Superliga, Cruzeiro e Sesi disputam título da Copa Brasil

24 jan 2014
20h25

Os times com as melhores campanhas na Superliga Masculina de Vôlei, Sada Cruzeiro e Sesi-SP, disputam neste sábado, a partir das 10 horas (de Brasília), a final da Copa Brasil de Vôlei, uma taça inédita para as duas equipes.

Os mineiros, donos da segunda melhor campanha da Superliga, com 13 vitórias e duas derrotas, vão fazer sua 13ª final consecutiva. A sequência de decisões começou 2010, quando a equipe venceu o Torneio Internacional de Voleibol Irvine, nos Estados Unidos.

Desde então, a equipe foi novamente campeã do Torneio Internacional Irvine, tetracampeã mineira (2010, 2011, 2012 e 2013), vice-campeã da Superliga (2010/11 e 2012/13), e campeã em 2011/12, vice-campeã do Mundial de Clubes, em 2012 e campeã no ano seguinte, além de ter conquistado o Sul-Americano de Clubes.

"Esse número é muito bacana. Uma equipe profissional disputar 13 finais consecutivas é um número expressivo. Isso é mérito do grupo, desde o primeiro que foi montado. Tem aquela velha frase que diz: ‘Chegar é fácil, manter é o difícil’. Mas isso não significa muita coisa para amanhã. Vai ser dureza. São as duas melhores equipes do campeonato. A base da seleção brasileira está no Sesi-SP. Também temos jogadores que fizeram parte da seleção e outros experientes que estão acostumados a disputar títulos", declarou o levantador William.O Sesi é o líder da Superliga com 15 vitórias em 16 jogos e conta com vários jogadores da Seleção Brasileira em seu elenco.

Um deles, o central Lucão, aposta em um jogo duro, já que o Cruzeiro foi o único a derrotar o seu time na Superliga.

"Temos certeza que vai ser um jogo difícil. No nosso primeiro confronto contra eles nessa temporada, eles jogaram muito bem e ficou complicado até para tentarmos uma reação. Sem dúvidas, o nosso time melhorou muito de lá para cá, mas eles ainda estão em um nível acima. São os atuais campeões mundiais. Mas, se conseguirmos jogar muito bem, com certeza temos chances. Também temos um grupo de qualidade", analisou.

Na única edição da Copa Brasil Masculina realizada, em 2007, o Sada Cruzeiro, que na época chamava Sada Betim, ficou em quarto lugar, entre quatro equipes. O Sesi não se classificou para o torneio.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade