0

Molico/Osasco encara Rio do Sul podendo se aproximar de recorde

26 jan 2014
20h56

A grande fase do Molico/Osasco na Superliga Feminina está cada vez mais perto de ser coroada com uma marca histórica. Com 16 vitórias seguidas, o time do técnico Luizomar de Moura precisa manter o embalo por mais quatro rodadas para superar a Unilever, que na temporada 2011/2012 triunfou 19 vezes consecutivas.

O primeiro desafio acontece hoje, diante do Rio do Sul/Equibrasil, pela quarta rodada do returno. As equipes se enfrentam às 19h (de Brasília), no Ginásio Artenir Werner, em Rio do Sul (SC). Depois, o Molico precisará vencer Minas, Pinheiros e Banana Boat/Praia Clube para alcançar o feito inédito.

– Estamos analisando um jogo de cada vez e nos preparando sempre para o próximo compromisso. Não pensamos muito lá na frente, porque o jogo mais importante é sempre o próximo – destacou Luizomar.

Acostumado a grandes marcas, o Osasco era quem detinha o recorde de vitórias seguidas antes de ser ultrapassado pela equipe de Bernardinho. Na temporada 2003/2004, o Finasa/Osasco, então comandado por José Roberto Guimarães, havia obtido uma sequência de 18 triunfos.

Na avaliação de Luizomar, o Molico soube superar as barreiras do desentrosamento no início da temporada e, principalmente, se renovar após as saídas das ponteiras Jaqueline e Fernanda Garay.

– O grupo remanescente da temporada anterior recebeu muito bem as duas estrangeiras (Sanja e Caterina). A união e comprometimento estão contribuindo para que os resultados apareçam – afirmou.

Nesta edição, o Molico é o único invicto. A equipe lidera a competição com 46 pontos, cinco de vantagem sobre o segundo colocado, o Vôlei Amil. Neste aspecto, já aparece melhor do que a Unilever. Quando o time carioca quebrou o recorde de vitórias consecutivas, contra o Pinheiros, já havia sido derrotado na rodada inaugural pelo Sesi.

Fonte: Lancepress! Lancepress!

compartilhe

publicidade