4 eventos ao vivo

Para pressionar CBV, clubes formalização nova associação

10 abr 2014
19h02
atualizado às 19h05
  • separator
  • 0
  • comentários

Foi formalizada em reunião realizada na manhã desta quinta-feira a Associação dos Clubes de Vôlei, entidade criada para lutar por mudanças no esporte no Brasil após denúncias feitas pelo canal Espn Brasil sobre irregularidades envolvendo a administração de Ary Graça, atualmente presidente da Federação Internacional de Vôlei (FIVB). 

Administração de Ary Graça está envolvida em escândalo na CBV
Administração de Ary Graça está envolvida em escândalo na CBV
Foto: Getty Images

Inicialmente, três ex-parlamentares estarão à frente da entidade, sendo o presidente Ricardo Barros, dono do Moda Maringá. O 1º vice-presidente é o tambémex-parlamentar Vittorio Medioli, do Sada Cruzeiro; o 2º vice-presidente, Eduardo Augusto Carreiro da equipe do Sesi, e, como secretário, Rogério Loureiro, do Volta Redonda.

"O esporte é um orgulho brasileiro e estamos iniciando uma nova fase do vôlei. Contribuirei neste primeiro momento na estruturação da ACV que foi criada para valorizar e apoiar o crescimento do vôlei no Brasil", afirmou Ricardo Barros.

Os clubes envolvidos na iniciativa são: ModaMaringá-PR, Sada Cruzeiro-MG, São Bernardo Vôlei-SP (feminino), São Bernardo Vôlei-SP (masculino),Canoas-RS, RJ Vôlei-RJ, Taubaté-SP, Montes Claros-MG, Praia Clube-SP, Sesi/SP-SP, Rio do Sul-SC, UFJF-MG, Brasília Vôlei-DF e Volta Redonda-RJ.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade