0

Thiago Alves minimiza prêmio de melhor atacante: "é uma mentira"

1 mai 2010
15h45
atualizado às 17h10

Maior pontuador da Cimed/Florianópolis na conquista do quarto título do time catarinense na Superliga masculina de vôlei, Thiago Alves minimizou o prêmio de melhor atacante da competição, concedido a ele pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV).

"Ah, é uma mentira", disse o atleta, que havia sido o melhor no fundamento em 2009. "Isso aí não tem nada a ver. No ano passado eu mereci mais do que esse ano. Vou levar como um presente pelo que foi essa Superliga, mas não considero como, de fato, foi".

O ponteiro manteve a humildade até quando foi incitado a dar uma nota para sua atuação. "Não sei, é difícil. Seis? Não sou eu quem tem que dar nota para mim", afirmou Thiago, que admitiu esperar uma partida mais equilibrada.

"Ambos os times tinham condições de ganhar, mas só depois que ganhamos os dois, acreditamos que poderíamos ganhar em três sets, o que é diferente achar que você poderia ganhar assim antes do jogo. Foi um pouco de supresa", disse.

Para ele, o fato de o time estar disputando a quinta final consecutiva de Superliga contribuiu na conquista deste sábado. "Acho que ajuda um pouco, pois a base que se manteve é a mesma. Marcamos bem a equipe deles, que não sacaram tão bem, uma coisa que necessitam. E a gente aproveitou. O terceiro set, que foi o mais equilibrado, se decidiu no detalhe de dois bloqueios no final".

Confira os melhores da Superliga masculina:

Saque - Lorena (Montes Claros/Bonsucesso)
Ataque - Thiago Alves (Cimed/Malwee)
Bloqueio - Rodrigão (Pinheiros/Sky)
Defesa - Thiago Brendle (Montes Claros/Bonsucesso)
Recepção - Escadinha (Brasil Vôlei Clube)
Levantamento - Rodriguinho (Bonsucesso/Montes Claros)
Melhor jogador da final - Bruno (Cimed/Malwee)

Florianópolis vence Montes Claros e é tetra
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade
publicidade