1 evento ao vivo

Vôlei: Seleção masculina corre para melhorar preparo físico

11 jul 2012
15h11
atualizado em 12/7/2012 às 16h24
Giuliander Carpes
Direto do Rio de Janeiro

Entre as causas da fraca Liga Mundial da seleção masculina de vôlei os jogadores foram unânimes em apontar uma em especial: problemas de preparo físico. O Brasil sofreu principalmente na posição de ponteiro, em que Dante e Murilo ainda não estão na melhor forma, assim como Giba, que fez na competição apenas seus primeiros jogos do ano, já que sofreu fratura na tíbia no final de 2011.

» Brigas e dramas: relembre grandes momentos olímpicos
» Escolha a atleta mais bela dos Jogos Olímpicos de Londres 2012

"É uma coisa que faz muita diferença porque os três jogam na mesma posição e não puderam apresentar o melhor voleibol por causa dos problemas físicos", afirma o levantador Bruno.

O próprio Murilo reconheceu que não voltou a jogar bem ainda depois de enfrentar problemas no ombro. "Estou jogando um pouco abaixo do meu normal, não tem como negar. Mas o planejamento é todo feito para a Olimpíada. Espero que até lá todos que estão com problemas físicos possam estar totalmente recuperados."

O Brasil corre contra o tempo para estar com todos os seus jogadores num nível alto de competição em Londres. A equipe vai ter apenas três semanas de treinamento antes da estréia na competição, diante da Tunísia, no dia 29. O técnico Bernardinho acha que é suficiente, mas também torce para não ter mais problemas pela frente.

"Acho que na semana de preparação que teremos em Londres, na véspera dos Jogos Olímpicos, já será possível vermos um time melhor preparado. Esta semana lá vai ser muito importante. Precisamos também torcer para que nenhum problema novo surja também mesmo que estejamos treinando num ritmo muito forte nestes próximos dias", explica Bernardinho.

Murilo sentiu dificuldades especialmente no passe. "A gente sabe que se este fundamento não funcionar, críamos muito problema para o levantador armar o ataque. Pessoalmente, acho que tenho que melhorar muito neste quesito em relação aos jogos da fase final da Liga Mundial", assume o jogador.

Fazia 14 anos que o Brasil não ficava fora das semifinais da Liga Mundial. Na última semana, o time de Bernardinho perdeu para Cuba (3 a 0) e para a campeã Polônia (3 a 2) e terminou a competição apenas na sexta colocação, atrás de times com menos tradição no vôlei como a Alemanha, quinta colocada.

Bernardinho disse que esta semana de treino vai ser muito importante
Bernardinho disse que esta semana de treino vai ser muito importante
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra
Fonte: Terra
publicidade