7 eventos ao vivo

Wagão analisa queda do Pinheiros: 'São os momentos de decisão'

6 fev 2014
19h11

A queda de rendimento do Pinheiros na Superliga Feminina é explicada pelo técnico Wagão como uma deficiência nos momentos decisivos. A equipe, sétima colocada na tabela, não tem conseguido vencer os jogos e acumula quatro resultados negativos nas últimas rodadas. Nesta sexta-feira, diante do Barueri, às 21h30, no Ginásio Henrique Villaboin, o time tem a chance de mudar o quadro.

– Acho que são os momentos de decisão no set. Não necessariamente no fim, mas quando deixamos de marcar alguns pontos que permitem uma pressão no final da parcial. E quando permitimos isso, principalmente contra grandes equipes, deixamos a bola nas mãos de uma Tandara (do Vôlei Amil, maior pontuadora da Superliga), por exemplo – apontou o comandante.

Do outro lado, o perigo em questão responde pelo apelido de Renatinha. Wagão terá de encarar um time experiente, que tem na oposto sua grande arma no momento.

– É uma jogadora com experiência no exterior e passagem pela Seleção Brasileira. Nosso time se destaca pelo conjunto, e as jogadoras vem se destacando por essa razão. Temos que manter um volume de jogo grande para não deixar esse tipo de situação, de decisão individual, acontecer – completou Wagão.

Apesar dos resultados ruins, o Pinheiros tem brilhado nas estatísticas individuais da Superliga. A oposto Andréia é a segunda maior pontuadora, a levantadora Macris aparece em segundo lugar no levantamento e a líbero Léia tem a segunda melhor recepção.

Uma vitória sobre o Barueri seria importante não apenas para o resgate da confiança do grupo, mas pela briga pela classificação aos playoffs. O Pinheiros soma 28 pontos, seguido pelo São Cirstóvão Saúde/São Caetano (8º) e pelo próprio Barueri (9º), ambos com 25.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade