0
ASA

Guarani vence o ASA no Brinco de Ouro e garante retorno à Série B

8 out 2016
20h41
  • separator
  • 0
  • comentários

O Guarani finalmente está de volta à Série B do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o Bugre recebeu o ASA, no Brinco de Ouro, no jogo de volta das quartas de final da Série C e venceu pelo placar de 3 a 0, garantindo seu retorno à segunda divisão nacional.

O Bugre conseguiu a vaga em grande virada, já que havia perdido o jogo de ida pelo placar de 3 a 1, no Estádio Municipal de Arapiraca. Com o acesso garantindo, o Guarani volta para a Série B do Campeonato Brasileiro após quatro anos disputando a Série C.

A partida seguiu o que era esperado no primeiro tempo. Precisando do resultado, o Guarani foi para cima e o ASA esperou para sair nos contra-ataques. O Bugre, porém, conseguiu sair na frente em sua especialidade, marcando em cabeceio de Leandro Amaro após cobrança de falta de Fumagalli. Na segunda etapa, no entanto, o Bugre deslanchou. Em duas falhas defensivas, o oportunista Eliandro aproveitou as brechas e marcou dois gols que encaminharam a classificação, o primeiro em bloqueio de chutão do goleiro Thiago Braga e o segundo em cabeceio entre dois zagueiros. Com a vantagem recuperada e vendo o ASA desgastado fisicamente, a equipe da casa apenas administrou o resultado e esperou o apito final para poder comemorar com sua torcida no Brinco de Ouro.

Com a vaga para a Série B já garantida, o Guarani segue na disputa pelo título da Série C. Nas semifinais, o Bugre enfrenta o ABC, em datas ainda a serem definidas.

Confusão antes da partida - Antes do início do jogo, torcedores do Guarani acabaram entrando em confronto com a polícia. Durante a correria, houve o disparo de tiros de bala de borracha e alguns bugrinos acabaram sendo atingidos por disparos, no entanto, sem gravidade. Após alguns minutos, a confusão foi controlada e não atrapalhou a festa do acesso.

O jogo - Precisando da vitória para conseguir o acesso para a Série B, o Guarani foi para cima desde o início do jogo. Aos sete minutos, Gilton recebeu na esquerda e mandou uma pancada, em chute que ficou na rede pelo lado de fora.

Com vantagem no confronto, o ASA saiu somente nos contra-ataques, e foi assim que assustou aos 20 minutos da etapa inicial. Após jogada rápida, Reinaldo Alagoano recebeu e bateu cruzado. A bola desviou na zaga do Bugre e foi para fora. Logo na sequência, na cobrança de escanteio, Rayan subiu no meio da zaga do Guarani e cabeceou por cima do travessão.

Com dificuldades para abrir a defesa da equipe alagoana, o Bugre conseguiu abrir o placar em sua especialidade: a bola parada. Aos 24 minutos, Fumagalli cobrou falta para a área e Leandro Amaro subiu para desviar de cabeça e mandar para o fundo do gol, explodindo a torcida bugrina no Brinco de Ouro.

Após o gol, o Guarani se inflamou dentro de campo e seguiu pressionando. Aos 28, Fumagalli cobrou escanteio e Wesley se antecipou à zaga para cabecear, obrigando o goleiro Thiago Bastos a espalmar a bola para salvar a equipe alvinegra.

Logo na sequência, aos 31, Fumagalli deixou o papel de armador e apareceu na área para finalizar. Após cruzamento de Gilton, o meia bugrino chutou de primeira e a bola foi ao lado do gol com muito perigo.

No final do primeiro tempo, a pressão do Guarani esfriou e o ASA, satisfeito com o resultado, apenas se segurou. Com isso, a partida foi para o intervalo com vitória parcial de 1 a 0 do Bugre.

Logo na volta para a segunda etapa, o torcedor do Guarani tomou um grande susto. Lessinho recebeu a bola pela direita, em contra-ataque puxado aos seis minutos, invadiu a área e chutou firme. A bola desviou na zaga e carimbou a trave bugrina.

Após o susto, no entanto, o Brinco de Ouro pôde explodir de alegria. Aos nove minutos, o goleiro Thiago Braga recebeu a bola e tentou dar um chutão para o meio de campo. No entanto, Eliandro foi oportunista e apareceu para bloquear o chute. A bola correu lentamente e entrou no gol do ASA, colocando o Bugre em vantagem no confronto.

Depois do gol, o duelo ficou complemente aberto. Com isso, o ASA teve uma grande chance para marcar. Lessinho recebeu dentro da área, aos 14, e soltou uma bomba. Atento à jogada, o goleiro Leandro Santos saltou e fez grande defesa para evitar o gol.

Quando o jogo ia se encaminhando para os 15 minutos finais, o Guarani aliviou ainda mais a tensão. Aos 27, Eliandro acreditou até o final em jogada no ataque e foi recompensando. O atacante ganhou dos defensores após chutão e cabeceou na saída do goleiro Thiago Braga, ampliando ainda mais a vantagem.

Nos minutos finais, o jogo ficou cercado de tensão. No entanto, o ASA não criou grandes chances para diminuir e levar o jogo para as penalidades. Com isso, o Bugre segurou o resultado e garantiu o acesso para a Série B.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade