0

Briatore compara saída de Rossi da MotoGP à morte de Senna na F1

7 abr 2017
17h06
  • separator
  • comentários

Ayrton Senna é um dos maiores pilotos da história da Fórmula 1, assim como Valentino Rossi é uma grande estrela da MotoGP. Para Flavio Briatore, ex-chefe de equipe da F1, quando o piloto italiano se aposentar do motociclismo, a lacuna deixada por ele será parecida àquela deixa pelo brasileiro após sua morte.

"Será como quando o Senna morreu. Durante anos, os japoneses só assistiam a Fórmula 1 porque haviam adotado Ayrton. Todos os esportes necessitam de suas estrelas", afirmou Flavio à italiana Radio 24 .

Aos 38 anos, Valentino já conquistou nove títulos mundiais na carreira, sendo sete deles na MotoGP, mas ainda segue firme na categoria, tendo contrato com a Yamaha até 2018. Mesmo assim, Briatore acredita que a idade pese para o italiano, apesar de exaltar as qualidades do "Doutor".

"Acho que Valentino está envelhecido, como acontece com todos, mas na MotoGP há pilotos mais jovens que correm como animais. Rossi é um grande campeão e, se não fosse por ele, não sei quantas pessoas se interessariam pelo Mundial na Itália. Na categoria, Rossi é o diretor, o promotor, o produtor. Ele faz um pouco de tudo", finalizou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade