PUBLICIDADE

Helicóptero da Globo sobrevoa treino secreto e irrita Chile

26 jun 2014 - 12h47
(atualizado às 14h25)
Ver comentários
Publicidade
Treino desta quinta-feira foi fechado à imprensa e torcedores
Treino desta quinta-feira foi fechado à imprensa e torcedores
Foto: Thiago Tufano / Terra

A delegação do Chile ganhou uma preocupação inesperada às vésperas de enfrentar o Brasil pelas oitavas de final da Copa do Mundo. Nesta quinta-feira, a seleção comandada por Jorge Sampaoli realizava treinamento fechado à imprensa na Toca da Raposa II, a fim de preservar o mistério dias antes de entrar em campo no duelo de mata-mata, quando foi obrigada a lutar por sua privacidade. Isto porque um helicóptero da TV Globo sobrevoou o centro de treinamentos mineiro e irritou os membros da comissão técnica sul-americana.

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

O fato aconteceu durante a atividade desta tarde. Assim como na maior parte dos outros dias, o treinamento foi aberto a filmagens e presença de jornalistas somente nos 15 primeiros minutos, quando os atletas se preocupam em aquecer e alongar. Neste período, pouco (ou quase nada) se consegue observar a respeito de formações táticas ou jogadas de bola parada. E é exatamente esta a intenção da comissão técnica: manter a privacidade.

Isto, porém, foi rompido nesta tarde. Um helicóptero da TV Globo começou a sobrevoar a Toca da Raposa II logo depois que o CT havia sido fechado à imprensa, e os chilenos se irritaram. O treinador Jorge Sampaoli, com medo de que a sua atividade secreta tivesse sido flagrada pelas câmeras da aeronave, foi um dos que mais se incomodou com o fato.

Assim que perceberam a presença do helicóptero, funcionários do Cruzeiro, clube que é o dono da Toca da Raposa II, e da seleção chilena conversaram com membros da TV Globo, que teriam se comprometido a não usar as imagens em seus telejornais.

A informação foi confirmada pela própria Federação Chilena de Futebol. "Os nossos treinos têm hora de início, mas não têm hora de terminar. Hoje houve uma demora, porque tivemos de interromper o nosso treino porque houve a passagem de um helicóptero. Os donos da aeronave deram explicações e as desculpas foram aceitas", disse um porta-voz da entidade.

O defensor Mauricio Isla comentou com bom humor sobre o episódio do helicóptero ao afirmar que o único a se assustar com a presença do "espião" foi o treinador argentino por estar treinando naquele momento o esquema tático.

Brasil e Chile se enfrentam neste sábado, às 13h (de Brasília), no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. O jogo, válido pelas oitavas de final da Copa do Mundo, classificará uma das seleções para enfrentar o vencer de Colômbia x Uruguai por uma vaga nas semifinais do principal evento esportivo do ano.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade