3 eventos ao vivo
Logo do Seleção Brasileira
Foto: terra

Seleção Brasileira

Dunga pede para atletas não julgarem acusados de corrupção

6 jun 2015
19h35
atualizado às 20h22
  • separator
  • 0
  • comentários

Pela primeira vez, alguém da Seleção Brasileira admitiu que houve uma conversa entre jogadores e comissão técnica sobre os escândalos recentes do futebol. E esse "alguém" foi o técnico Dunga, que conversou com jogadores para fazer um pedido: "não pré-julguem ninguém".

Em primeiro lugar, Dunga fez questão de dizer que deixa os jogadores livres para que tomem quaisquer posições. Mas contou que fez uma ressalva: "só observamos para não pré-julgar ninguém sem ter nada definido. Nós não gostamos quando somos pré-julgados sem ter nada confirmado. Então temos que respeitar as pessoas, as histórias delas, porque são capacitadas para exercerem suas funções".

Em outras palavras, ficou claro que Dunga defendeu membros da CBF que estão sob investigação do FBI. O vice-presidente José Maria Marin foi preso, enquanto Ricardo Teixeira foi indiciado pela Polícia Federal do Brasil.

Dunga defendeu quem está sob investigação do FBI ou da PF
Dunga defendeu quem está sob investigação do FBI ou da PF
Foto: Heuler Andrey/ Mowa Press / Divulgação

Dunga disse que falar isso para os jogadores foi importante para mantê-los "blindados" contra os problemas externos: "a gente conversou sobre isso e não desvirtuou o foco. Falei para concentrar onde podemos ajudar, que é dentro de campo. O torcedor está precisando e vamos dar a resposta dentro do campo", prometeu.

Questionado se já esperava que esses escândalos acontecessem, Dunga negou: "sou altamente positivo, não penso em coisas negativas. Sei que na vida podem acontecer muitas coisas, mas sou positivo".

Por fim, Dunga ainda pediu que a desconfiança atual sobre a Seleção Brasileira e também os problemas com a CBF não criem um clima ruim: "não é por isso que precisamos colocar um pânico. Eu vejo que dizem que o Brasil caiu para a segunda ou terceira divisão do futebol e pergunto: quando ficamos 24 anos sem ganhar nada, não caímos para divisão nenhuma? Continuamos sendo o Brasil, com orgulho da nossa qualidade".

Dunga quer evitar "pânico" na Seleção após 7 x 1 na Copa

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade