0
Logo do Seleção Brasileira
Foto: terra

Seleção Brasileira

Tite supera começo de 8 dos últimos 10 técnicos da Seleção

7 out 2016
16h03
atualizado às 16h08
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Considerando-se o histórico de jogos oficiais e somente a primeira passagem de técnicos pela Seleção, o começo de trabalho de Tite na equipe é superior ao de nomes consagrados no futebol, como Carlos Alberto Parreira e Luiz Felipe Scolari (Felipão).  Com três vitórias consecutivas nas Eliminatórias para o Mundial de 2018, seu desempenho inicial é melhor que o de oito dos últimos dez que treinaram a seleção desde os anos 80.

Foto: Getty Images

Por enquanto, só não deixou para trás Zagallo e Vanderlei Luxemburgo. Esse levantamento não inclui técnicos que comandaram o Brasil por períodos curtos, como por exemplo Evaristo de Macedo e Edu Antunes, os quais não tiveram a oportunidade de dirigir o time em competições oficiais.

Esse aproveitamento de 100% em partidas oficiais desde que assumiu o cargo, há quatro meses, está acima do que conseguiram Parreira, Felipão, Mano Menezes, Dunga, Leão, Falcão, Carlos Alberto Silva e até mesmo Telê Santana, que não teve sequência vitoriosa quando disputou pela Seleção seu primeiro torneio no início de 1981, o Mundialito de Montevidéu.

Se o Brasil vencer na semana que vem a Venezuela, em Mérida, Tite pode igualar marca obtida por Osvaldo Brandão, em 1975, quando obteve quatro vitórias seguidas em jogos pela Copa América, tão logo substituiu Zagallo na Seleção.

Na primeira vez que dirigiu a equipe, em 1970, Zagallo conseguiu vencer todos os sete jogos do Mundial daquele ano. Luxemburgo, em 1989, também teve êxito total na Copa América realizada no Paraguai, com seis vitórias. Ele emendaria esses triunfos com mais quatro jogos que vieram na sequência, pela Copa das Confederações, no México.

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade