PUBLICIDADE

Corinthians faz festa e admite entregar Arena antes do prazo

30 mai 2012 13h32
| atualizado às 13h52
Publicidade
João Henrique Marques
Direto de São Paulo

O Corinthians fez uma festa para comemorar nesta quarta-feira o aniversário de um ano do início das obras do futuro estádio do clube, construído na região de Itaquera - zona leste paulistana. Com direito até a bolo de aniversário, o evento ainda teve um discurso otimista do presidente alvinegro Mário Gobbi, que desdenhou dos céticos sobre a construção da Arena e admitiu a possibilidade de que a construção esteja concluída até mesmo antes do prazo inicial, em dezembro de 2013.

» Quem é o presidente ideal para a CBF? Veja "candidatos" e vote no melhor

A festa realizada nesta quarta contou, além de Gobbi, com a presença do ex-jogador Basílio, de Antônio Gavioli (chefe de obras da Odebrecht, construtora responsável pela Arena Corinthians) e de Gilmar Tadeu Ribeiro Alves (secretário especial de articulação de São Paulo na Copa do Mundo de 2014). Foram eles os responsáveis por cortar o bolo - de sabor abacaxi. Mas foi o mandatário alvinegro quem demonstrou mais otimismo.

"Muitos imaginavam que essa obra jamais nasceria, e hoje o bebê já está grande", disse Gobbi, em tom provocativo, lembrando que a Arena Corinthians já tem 40% do trabalho já concluído. "A expectativa é de que o estádio seja entregue realmente dentro do prazo, mas ouvi comentários de que, do jeito que as coisas andam, a entrega pode ser antecipada em dois meses", acrescentou.

Ídolo corintiano, Basílio ficou mais emocionado - e foi bastante ovacionado pelos trabalhadores na obra, que acompanharam as palavras do ex-jogador. "Fiquei comovido ao chegar aqui hoje pela primeira vez e ver que uma arquibancada já está pronta. Sempre fui um jogador operário, e por isso me identifico tanto com todos aqui", explicou.

"É muito gostoso estar aqui todos os dias vendo a evolução das obras. Tudo está dentro do planejado e não houve nenhum problema relatado. Temos quase 2 mil funcionários divididos em três turnos, trabalhando com muita dedicação, muito empenho e muito suor", destacou Gavioli.

"Aqui não pode ser visto só como o estádio do Corinthians, mas como algo benéfico ao Estado", acrescentou Gilmar Tadeu Ribeiro Alves, engenheiro que tomou posse em abril de 2011 da Secretaria Especial de Articulação da Copa.

A Arena Corinthians será a sede de São Paulo da Copa do Mundo de 2014. O estádio receberá a abertura da competição, mas está fora do cronograma da Copa das Confederações.

Presidente do Corinthians comemora um ano de obras do Itaquera:
Fonte: Terra
Publicidade