0

Tite 'enquadra' Neymar após a Copa do Mundo da Rússia

Edu Gaspar, coordenador de seleções, garante que o técnico conversou muito com o principal jogador do Brasil

18 mar 2019
04h43
atualizado às 07h48
  • separator
  • comentários

Neymar foi enquadrado na seleção brasileira. Tite teve algumas boas conversar com o jogador depois da Copa do Mundo. As cobranças existiram. Quem garante isso é Edu Gaspar, coordenador de seleções da CBF, e responsável também por colocar o time nacional em campo. Houve um "olho no olho", com fatos e informações de rendimento. A dupla que comanda a seleção não tem perfil austero e punitivo. Trataram o fracasso do Brasil na Rússia na base da conversa, e boa parte desta conversa foi feita com o principal jogador do elenco, Neymar.

O plano da comissão técnica é ter um atacante mais concentrado nas seis partidas da Copa América em junho no Brasil. Faz parte também da estratégia da comissão tirar o peso dos ombros dos jogadores de atuar de novo em casa, diante da torcida, com pressão pelas vitórias e conquista. "Queremos ressaltar a alegria que vai ser jogar no País", disse Edu Gaspar no programa Bola da Vez, da ESPN.

Neymar deixa o campo após uma lesão no amistoso contra Camarões
Neymar deixa o campo após uma lesão no amistoso contra Camarões
Foto: Eddie Keogh / Reuters

As palavras de ordem continuam sendo comprometimento e entrega. Há, no entanto, uma expressão nova que Tite vai usar a partir desta segunda-feira e que se aplica bem a Neymar: o que o jogador pode emprestar para a seleção? A resposta é a mesma de antes da Copa, mas com mais de cobrança. Neymar é o principal jogador do Brasil e sua qualidade técnica e de grupo, de acordo com Edu, é fundamental para resgatar o elenco e fazer uma boa competição no Brasil.

O erros de Tite na gestão serão corrigidos. Mas a comissão não quer mudar seu tratamento com os atletas. Limites serão impostos, mas com harmonia. Tite não quer uma seleção preocupada com as reações dos torcedores a ponto de perder o foco e sentir a cobrança, como ocorreu no Mundial de 2014.

"Nossa única preocupação com Neymar diz respeito à sua recuperação", diz o coordenador. O atacante viu de fora do campo, mais uma vez, o PSG ser eliminado da Liga dos Campeões. Ele se recupera de tratamento medicamentoso do quinto metatarso do pé direito, mesma contusão que o fez jogar mal na Rússia. A cúpula da seleção não abre mão de Neymar. Há um acompanhamento diário das suas atividades. Todos os dias membros da comissão de Tite conversam com ele.

Mesmo a despeito de algumas festas, como a de seu aniversário de 27 anos, e as escapadas no carnaval, em Salvador de Rio, Edu Gaspar garante que Neymar está totalmente envolvido com sua recuperação e em "emprestar" seu talento para o Brasil na Copa América. Tite também dará chance para os garotos que estão chegando ao elenco, como Vinicius Junior, machucado, e Paquetá.

Veja também

 

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade