PUBLICIDADE

Cristiano Ronaldo

Meu time

Após eliminação, diretor da Juventus não garante renovação de Cristiano Ronaldo

Atacante português recebe cerca de 31 milhões de euros (R$ 214 milhões) por ano e isso é um enorme peso para um clube que teve prejuízo de R$ 760 milhões só na primeira metade da atual temporada

10 mar 2021
10h40 atualizado às 10h41
0comentários
10h40 atualizado às 10h41
Publicidade

Eliminada mais uma vez de forma precoce na Liga dos Campeões da Europa e em crise financeira, a direção da Juventus terá que trabalhar com muita calma nos próximos meses para analisar a permanência do craque Cristiano Ronaldo. Muito criticado pelas fracas atuações nas duas partidas contra o Porto, o atacante português recebe cerca de 31 milhões de euros (R$ 214 milhões) por ano e isso é um enorme peso para um clube que teve prejuízo de R$ 760 milhões só na primeira metade da atual temporada.

Aos 36 anos, Cristiano Ronaldo tem contrato com a Juventus até o final da temporada 2021/2022. Questionado sobre a continuidade do atacante no clube, logo após a queda na Liga dos Campeões, o diretor de futebol Fabio Paratici desconversou. "Ainda há um ano de contrato. A renovação de Cristiano não é uma pauta imediata na nossa agenda. Ainda há tempo para conversar sobre isso", declarou em entrevista à TV italiana Sky Sport.

A Juventus caiu mais uma vez na primeira fase do mata-mata, como acontecera na temporada passada, ao ser batida pelo Lyon, da França. O melhor resultado da equipe de Turim na principal competição europeia, com Cristiano Ronaldo no elenco, foi em 2019, quando chegou nas quartas de final e acabou derrotada pelo Ajax, da Holanda.

Cinco vezes campeão europeu e artilheiro máximo da competição (134 gols em 175 jogos), o atacante português foi contratado com o objetivo de liderar o time italiano em uma conquista da Liga dos Campeões. No confronto com o Porto, Cristiano Ronaldo passou em branco e pela primeira vez em 15 anos não festejou um gol contra um rival na fase eliminatória.

O português terminou a atual edição com quatro gols marcados, mesma quantidade da temporada passada. Em 2018/2019 fez seis, em seu primeiro ano na Juventus. Em suas nove temporadas no Real Madrid, só não terminou com mais de 10 gols nas duas primeiras. A média foi de quase 12 por edição.

A Juventus está na final da Copa da Itália contra a Atalanta, em maio, e é a terceira colocada no Campeonato Italiano, no qual busca o histórico 10.º título de forma consecutiva, mas está 10 pontos atrás da líder Inter de Milão. A equipe de Turim volta a campo neste domingo contra o Cagliari, fora de casa, pela 27.ª rodada.

Estadão
Publicidade
Publicidade