PUBLICIDADE

Cristiano Ronaldo

Meu time

Cristiano Ronaldo justifica reclamação enérgica: 'Nação inteira prejudicada'

Atacante teve gol não marcado no fim do duelo entre Sérvia e Portugal, que terminou empatado

27 mar 2021
0comentários
Publicidade

Cristiano Ronaldo não tentou esconder seu descontentamento com o erro da arbitragem que não assinalou o gol marcado pelo atacante nos minutos finais do jogo entre Sérvia e Portugal pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. O placar estava empatado em 2 a 2, e o tento recolocaria os lusitanos à frente no marcados, garantindo 100% de aproveitamento até aqui.

No lance, o craque português recebeu um passe longo de Nuno Mendes pelo lado direito da grande área sérvia, ajeitou o corpo e bateu rasteiro, de primeira, na saída do goleiro Dmitrovic. A bola ultrapassa completamente a linha do gol, e, uma fração de segundos depois, o zagueiro Stefan Mitrovic intercepta a trajetória da bola, com um carrinho, tirando-a de dentro da meta. A arbitragem mandou o jogo seguir, sem marcar o tento português.

Com a não marcação do gol, o atacante da Juventus reclamou veementemente com o assistente Mario Diks e o árbitro principal do jogo, o também holandês Danny Makkelie, que reagiu, aplicando o cartão amarelo. Revoltado, Cristiano Ronaldo ameaçou sair do campo de jogo antes do apito final, que aconteceria segundos depois. Ao deixar as quatro linhas, o português atirou a braçadeira de capitão no gramado.

Por meio de suas redes sociais, o cinco vezes eleito melhor do mundo justificou o ocorrido, disse que sempre se esforçará ao máximo pela sua seleção e entende que a equipe foi prejudicada pela decisão da arbitragem.

"Ser capitão da seleção de Portugal é um dos maiores orgulhos e privilégios da minha vida. Dou e darei sempre tudo pelo meu país, isso não vai mudar nunca. Mas há momentos difíceis de lidar, principalmente quando sentimos que está uma nação inteira a ser prejudicada. Levantar a cabeça e encarar já o próximo desafio! Força, Portugal", finalizou Cristiano Ronaldo, que completou quatro jogos sem marcar por Portugal. Ele tem apenas um gol nas últimas sete partidas pela seleção.

Com o empate em Belgrado, a seleção portuguesa soma quatro pontos no Grupo A e fica na segunda posição, atrás dos sérvios, adversários deste sábado, que têm os mesmos pontos. Em seguida, aparecem as equipes de Luxemburgo, próximo adversário dos lusitanos, Azerbaijão, que recebe a Sérvia, e Irlanda, que folga na rodada. Os duelos acontecem na próxima terça-feira.

Estadão
Publicidade
Publicidade