0

CR7 responderá a acusação de sonegação de impostos

Jogador defendeu o Real Madrid por nove anos e deve se declarar culpado após fechar um acordo com as autoridades da Espanha

21 jan 2019
15h53
atualizado às 16h23
  • separator
  • 0
  • comentários

O atacante português Cristiano Ronaldo deve comparecer a um tribunal espanhol na terça-feira para responder a uma acusação de sonegação de impostos durante sua passagem de nove anos pelo Real Madrid.

O atacante português deve se declarar culpado após fechar um acordo com autoridades da Espanha no ano passado para resolver o caso pagando uma multa de 18,8 milhões de euros e aceitando uma pena suspensa de prisão.

Cristiano Ronaldo 11/12/2018 REUTERS/Arnd Wiegmann
Cristiano Ronaldo 11/12/2018 REUTERS/Arnd Wiegmann
Foto: Reuters

O jogador da Juventus não deve passar nenhum tempo preso, uma vez que a condenação de 23 meses solicitada pelos procuradores está dentro do limite de dois anos que pode ser cumprido em liberdade condicional para uma primeira infração de acordo com a lei espanhola.

Cristiano Ronaldo, de 33 anos, solicitou medidas especiais de segurança para acessar o tribunal, mas o pedido foi negado, disse um juiz de Madri em comunicado. Segundo a mídia espanhola, Cristiano Ronaldo havia pedido para entrar no tribunal pelo estacionamento.

Autoridades dizem que a audiência de terça-feira será curta e só demandará que Ronaldo confirme que aceita o acordo. O agente do jogador em Portugal não respondeu de imediato a email pedindo comentário.

Em 2017, Cristiano Ronaldo negou a acusação de que conscientemente usou uma estrutura comercial criada para supostamente esconder rendas geradas por seus direitos de imagem na Espanha entre 2011 e 2014.

Em julho de 2018, o jogador pagou uma multa de 5,7 milhões de euros, mais juros de 1 milhão de euros, disse a Procuradoria na semana passada.

Veja também:

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade