0

Fernando Santos assume favoritismo português em estreia nas Eliminatórias da Euro

Com Cristiano Ronaldo, Portugal encara a Ucrânia nesta sexta-feira

21 mar 2019
19h08
atualizado às 19h08
  • separator
  • 0
  • comentários

Atual campeão continental, Portugal fará a sua estreia nas Eliminatórias da Eurocopa de 2020 nesta sexta-feira, contra a Ucrânia, às 16h45 (de Brasília), no Estádio da Luz, em Lisboa, onde espera abrir com vitória a sua caminhada para conquistar uma vaga na próxima edição da competição. Ao abordar o duelo, o técnico da seleção portuguesa, Fernando Santos, admitiu nesta quinta-feira que a sua equipe é favorita diante dos ucranianos, embora tenha alertado que é preciso saber confirmar este favoritismo dentro de campo.

"Seria uma desilusão não vencer, mas isso é em qualquer jogo que Portugal dispute. Acredito que vamos vencer. Não tenho vergonha em assumir Portugal como favorito, jogando em casa. Mas uma coisa é ser favorito, outra coisa é não saber que do lado de lá também há uma equipe candidata a ganhar", afirmou o treinador, em entrevista coletiva na qual apontou a Ucrânia como uma das duas principais adversárias do Grupo B do qualificatório europeu, que também conta com Sérvia, Lituânia e Luxemburgo.

"Basta olhar para o ranking (da Fifa). Percebe-se que os dois grandes adversários de Portugal são a Ucrânia e a Sérvia, mas não podemos esquecer-nos de Luxemburgo e Lituânia. Muitas vezes é nesses jogos que as coisas correm menos bem. Agora, o primeiro adversário estava na Liga B da Liga das Nações e foi campeão. A Sérvia estava no C, mas para o ano está no B. São dois adversários fortíssimos, mas tenho confiança absoluta nos meus jogadores", reforçou Fernando Santos.

CASA CHEIA

O jogo contra a Ucrânia também será o primeiro de Cristiano Ronaldo por Portugal desde quando ele defendeu a seleção na Copa do Mundo de 2018, na Rússia, onde enfrentou o Uruguai, no final de junho, no confronto no qual os portugueses foram eliminados nas oitavas de final. Com o astro novamente em campo, o Estádio da Luz deverá estar lotado nesta sexta-feira, assim como deverá ocorrer na próxima segunda, quando o time nacional voltará a atuar no mesmo local contra a Sérvia pela rodada seguinte deste Grupo B das Eliminatórias.

"Amanhã e segunda-feira vamos ter o apoio do público, porque mais de 50 mil estarão aqui a apoiar, e peço para virem cedo para cantarem o hino conosco", ressaltou o comandante português, que em 2016 conduziu Portugal a um inédito título da Eurocopa, na França, onde derrotou os donos da casa e atuais campeões mundiais na decisão.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade